Carreta transportando carga de milho tomba na BR-262

Marechal Floriano , 12 Agosto 2019

Carreta transportando carga de milho tomba na BR-262

Na manhã desta segunda-feira (12), dia da semana de grande movimentação de veículos na rodovia BR-262, houve um acidente envolvendo uma carreta que provocou uma extensa paralisação nas duas direções da pista. A ocorrência foi registrada às 7 horas, no quilômetro 59, próximo do trevo de Paraju, Marechal Floriano.

Carreta transportando carga de milho tomba na BR 262 3O carreteiro Manoel Louzada, 64 anos, que ficou preso às ferragens da cabine da carreta Scania Vabis MSX 0872 (Castelo), foi socorrido de imediato por equipes do Corpo de Bombeiros de Marechal Floriano e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

Louzada, que não mostrava dificuldades em dialogar, contou que seguia para uma região de granjas no Espírito Santo transportando uma carga de milho para produção de ração quando momentaneamente cochilou ao volante e acabou tombando em uma curva fechada.

Carreta transportando carga de milho tomba na BR 262 2O motorista foi retirado da cabine e posto em uma maca pelos agentes do Corpo de Bombeiros e a seguir, encaminhado pelo SAMU até o Hospital Doutor Arthur Gerhardt, mas recebeu os primeiros atendimentos no local. Apesar de a carreta ter parado ao lado da pista após o tombamento, parte importante do carregamento de milho que estava na carroceria, foi despejada no meio da estrada federal.

Carreta transportando carga de milho tomba na BR 262Com isso, o tráfego na BR-262 teve de ser suspenso por mais de 30 minutos, formando filas nas duas direções. Bombeiros e um agente da Polícia Civil que passava pelo local no momento da ocorrência, além de motoristas que tiveram a viagem suspensa por momentos, ajudaram na varrição do milho a granel que caiu ao longo do trecho.

O veículo será removido ainda nesta manhã, com nova paralisação na BR-262, conforme informou a Polícia Rodoviária Federal (PRF). “Faremos o necessário para que haja segurança nesse trabalho de desobstrução total da pista, da mesma forma que foi realizada a anterior para desencarcerar o carreteiro”, disse o inspetor Edson Bubach.