Proibida a ação dos vendedores ambulantes sem regularização em Marechal Floriano

“Procurar a Prefeitura Municipal de Marechal Floriano para regularizar a situação de ambulante”. Este é o aviso dado aos vendedores nas ruas desta cidade por uma equipe de fiscalização. A proibição é mantida até nos fins de semana, já que os fiscais não param de trabalhar.

Os servidores da Secretaria Municipal de Finanças (SEMUF) florianense não são bem vistos pelos ambulantes que se encontram em situação irregular e caso ocorram situações que possam gerar violência, os fiscais devem contar com o apoio das autoridades policiais da cidade.

Essa situação de proibição da venda tida como irregular é bem vista pelos comerciantes da sede e interior que trabalham corretamente, pagando os seus impostos em dia e não admitem que ambulantes comercializem nas ruas as mesmas mercadorias sem pagar os devidos impostos.

O comerciante Guerino Demoner é um exemplo. Ele comercializa corretamente e não admite que vendedores ambulantes possam ter prioridade para vendas irregulares nas ruas sem pagar os devidos impostos. “Os tributos fazem parte da arrecadação dos governos e por isso todos que vendem terão de manter em dia o seu pagamento”, disse.

Para o ex-lojista Venderlon Monteiro, a municipalidade está correta em cobrar devidamente o imposto sobre as vendas dos ambulantes nas ruas da sede e interior. “Se acaso o ambulante não concordar, que deixe o lugar das vendas para os comerciantes que pagam impostos como nós há décadas nesta cidade”.