Psicóloga capacita bombeiros de Marechal Floriano sobre suicídios

“Comportamento suicida”. Este foi o tema abordado pela psicóloga Lívia Baumgarten Entringer, no auditório do prédio do 4º Batalhão do Corpo de Bombeiros de Marechal Floriano. Pelo menos 40 bombeiros, entre soldados, cabos, sargentos e tenentes participaram da palestra com a psicóloga. Ela faz parte da equipe da psicóloga Daniela Reis e Silva que desenvolve esta especidade. 

Psicóloga capacita bombeiros de Marechal Floriano sobre suicídios 2O encontro aconteceu no auditório da instituição militar florianense na manhã desta sexta-feira (27), com a presença do coronel Roger Amaral, comandante da corporação. Amaral, sentando bem à frente no auditório, foi um dos que dialogou com questionamentos a palestrante.

Lívia, por sua vez, detalhou as situações que podem levar o ser humano ao cometimento do suicídio e ao mesmo tempo, explicou o que ocorre para que uma pessoa chegue ao ponto de tirar a própria vida. O sargento Max, um dos responsáveis pela presença de hoje da psicóloga Lívia, informou que já participou em São Paulo de curso sobre suicídios.

Psicóloga capacita bombeiros de Marechal Floriano sobre suicídiosMax informou que por solicitação do tenente Rafalski, a corporação recebe hoje essas orientações ricas em informações e conhecimentos por parte da psicóloga Lívia. “O tenente tem conhecimento que estive a trabalho em São Paulo me capacitando sobre situações de como trabalhar o pretendente, no momento do suicídio”, disse.

Trazer a psicóloga Lívia é como acrescentar e enriquecer conhecimentos sobre este assunto. “Rafalski foi o responsável pelas buscas à médica desaparecida, cujo corpo foi encontrado no Rio Jucu. O tenente nos solicitou a presença na corporação de uma pessoa como essa profissional que está trabalhando os corações dos participantes”, disse o sargento Max.

Max acrescentou ainda que serão três dias de trabalho em torno deste tema com os bombeiros de Marechal Floriano. “Em São Paulo tivemos noções sobre suicídios com uso de explosões com gás, bombas, armas brancas, sistemas elétricos e inflamáveis de um modo geral”, concluiu o sargento Max.