As consequências de ter uma má alimentação

Os problemas ocasionados por uma alimentação desregrada em horário e pobre em nutrientes vai muito além da tríade diabetes, obesidade e colesterol elevado. Segundo a nutricionista Aline de Andrade os mais comuns, mas não os únicos quando existe a prática de ingerir comida pronta e industrializada, montar pratos muito gordurosos ou mesmo passar horas sem se alimentar. Eis que entram em cena doenças como gastrite, prisão de ventre, hipertensão arterial, anemia, cansaço e indisposição.

A desculpa é sempre a mesma para não se alimentar bem, a pressa. Ela que impede um trabalhador de fazer seu próprio almoço ou, nos fins de semana, querer se aproximar mais da cozinha. A facilidade parece estar nas pedidas prontas, repletas de itens nocivos ao corpo. Mas se você deseja evitar a indisposição, procure consumir alimentos mais leves, as verduras com a tonalidade verde-escuro como: couve, brócolis, escarola e espinafre também não podem faltar, pois são ricas em vitamina A, E, D e ácido fólico. O fato de ter hábitos alimentares saudáveis garante uma redução significativa dos riscos de doenças, aumento da expectativa de vida, promovendo o bem-estar e longevidade.

confira botao coluna 2

 

Histórico