Um informativo à disposição da Comunidade Pomerana Brasileira.

Coluna Pomerana

Língua POMERANA, INGLESA e ALEMÃ: muito mais em comum do que você imagina!

Publicado em 06/09/2021 às 10:13

Compartilhe

Colunas-Montanhas capixabas-Pomerano

Muitas vezes nos perguntamos: a língua pomerana lembra alguns aspectos da língua alemã? Outras vezes lembramos da língua inglesa. Mas, qual ligação histórica elas têm entre si? Recorremos aos estudos do professor Ismael Tressmann, referência no assunto. Tressmann afirma que na primeira metade do século 12, com a chegada de colonizadores germanos provenientes do Norte da atual Alemanha, o quadro linguístico da Pomerânia começa a se modificar.

A própria nobreza pomerana tinha interesses em atrair colonos, artesãos e comerciantes germânicos. Com a promessa feita pelos duques pomeranos de conservarem os feudos, os nobres germânicos levam consigo colonos provenientes da Baixa Saxônia, da Vestfália e da Renânia. Com esses grupos também migraram suas respectivas variantes linguísticas pertencentes a subfamília do Baixo-Saxão.

Aos poucos, as línguas eslavas Wendes e Cassúbios foram sendo faladas cada vez menos, dando lugar ao Pomerano. A partir do ano 1400, o Pomerano se solidifica e passa a ser língua corrente em toda a região da Pomerânia. Nas áreas onde atualmente se localiza a Alemanha há cerca de 30 línguas nativas diferentes, em sua grande maioria ininteligíveis entre si. Este fenômeno é antigo e na época da estandardização do “Alemão padrão” no século 16, possivelmente a variedade de línguas e dialetos naquele território fosse ainda maior.

A entrada do Alemão na Pomerânia se dá a partir de 1530 com a Reforma Luterana. O Alemão passa a ser utilizado nas escolas, tanto no âmbito escolar e religioso (cultos e ensino confirmatório), e ainda, nas repartições públicas. No entanto, a língua falada espontaneamente na esfera informal entre familiares e vizinhos continuou sendo o Pomerano. A partir de então, segundo Tressmann, as variedades do Baixo-Saxão passaram a ser tratadas como “dialetos” locais, próprios de algumas comarcas.

Enquanto a língua alemã, imposta como idioma oficial sobre as demais línguas do Sacro Império Romano-Germânico, começou a se aproximar da Saxônia pelo sul, iniciando por instituição de ensino superior, escolas e Igrejas, foi se espalhando por círculos aristocráticos e outros de classe alta. O Alemão foi se tornando uma língua de prestígio, e a língua nativa dos povos saxônicos logo veio a ser classificada como língua do proletariado (como o Pomerano, o Vestfaliano,…). Desprezado pela classe dominante, rejeitado pelos que buscavam status sociais mais altos, e banido da educação formal, o Baixo-Saxão passou a ser considerado por muitos como uma mera coleção de dialetos inferiores ao idioma alemão. Para Tressmann, o Pomerano é uma língua baixo-saxônica, isto é, uma língua saxônica das terras baixas da região do Mar Báltico.

Também integram o grupo das línguas pertencentes à subfamília Baixo-Saxão o Vestfaliano, o Platt Menonita, o Saxônio, o Neerlandês, entre outras. O Inglês e o Escocês fazem parte da subfamília AngloSaxão, derivada do Saxão antigo e do Anglo, por isso aparentado também com o Pomerano. Já o Alemão pertence a outro grupo de línguas, descende do AltoAlemão (das regiões altas, montanhosas da Alemanha e da Suíça), que se originou do Gótico.

Todas essas subfamílias pertencem à família linguística Germânica. Ou seja, o Pomerano, o Inglês e o Alemão pertencem a família linguística Germânica. Essa proximidade entre a língua pomerana e a língua inglesa descrita por Tressmann, também foi observada por um viajante que passou por Pomerode no ano de 1917. Encontramos este relato numa edição do antigo jornal “Der Urwaldsbote” conforme vemos a seguir:

Veja também

© Samara Miranda/Remo/Direitos Reservados

Com gol contra, Remo vence Avaí em confronto de Leões pela Série B

© Reuters/Denis Balibouse/ Direitos Reservados

Brasil recebe mais dois lotes de vacinas da Pfizer

© Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

CCJ da Câmara aprova admissibilidade da PEC dos Precatórios

© Gaspar Nóbrega/COB/Direitos Reservados

Brasil vence Argentina no Sul-Americano de vôlei feminino

© Bruno Haddad/Cruzeiro/Direitos reservados

Série B: VAR anula gol nos acréscimos e Cruzeiro empata com Operário

© Rafael Ribeiro/Vasco/Direitos Reservados

CRB arranca empate com o Vasco na 24ª rodada da Série B

© Marcello Casal jr/Agência Brasil

Decreto aumenta alíquotas do IOF para custear novo Bolsa Família

© Rovena Rosa/Agência Brasil

CoronaVac dá proteção acima de 90% a quem tem comorbidades, diz estudo

Últimos artigos de Coluna Pomerana

Língua POMERANA, INGLESA e ALEMÃ: muito mais em comum do que você imagina!

A “CREDIBILIDADE” DA LÍNGUA POMERANA

Criar a consciência da relevância da história dos pomeranos para os pomerodenses

Noiva de Preto: um vestido e muitos significados

A História da Pomerânia