Ex-juiz paraguaio que matou brasileiro ao fugir de atentado é assassinado

Publicado em 17/11/2021 às 18:20

Compartilhe

105564


source
Pedro David Galeano foi assassinado a tiros dentro do seu escritório
Reprodução

Pedro David Galeano foi assassinado a tiros dentro do seu escritório

O ex-juiz paraguaio Pedro David Galeano, 36, foi assassinado a tiros dentro do seu escritório de advocacia na região urbana de Coronel Oviedo, no Paraguai . A vítima, que presidia a Ordem dos Advogados do Departamento de Caaguazú, já tinha matado um brasileiro em 2018 ao reagir a um atentado.

Segundo levantamento feito pelo UOL, é o 5º assassinato de uma autoridade nos últimos três meses no Paraguai .

De acordo com a polícia paraguaia, dois homens desceram armados de uma motocicleta e invadiram o escritório de Galeano, atingido por ao menos um tiro na cabeça e outros dois no peito. Depois do crime, os suspeitos fugiram do local em uma bicicleta, segundo informaram testemunhas às autoridades policiais.

Em 14 de julho de 2018, o ex-juiz já tinha sido alvo de um atentado quando um brasileiro tentou surpreendê-lo quando ele estava prestes a entrar na própria casa. Contudo, Galeano reagiu e disparou contra o suspeito, que morreu no local.

Fonte: IG Mundo

Veja também

© Washington Alves/COB/Direitos Reservados

Basquete: Brasil derrota Chile nas Eliminatórias da Copa do Mundo

© Marcello Casal JrAgência Brasil

Covid-19: ministro anuncia proibição de voos oriundos de seis países

© Felipe Oliveira/EC Bahia/Direitos Reservados

Brasileiro: Bahia derrota Grêmio por 3 a 1 e deixa Z4

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Não há casos da nova variante identificados no Brasil, diz ministério

© Fernando Brito/MS

Fiocruz pede inclusão de BioManguinhos como produtor de IFA nacional

106933

Chineses ignoram governo e usam criptomoedas para mandar dinheiro para o Japão

106931

INSS: Normas temporárias para concessão de auxílio é constitucional, decide STF

106929

Campos Neto diz que inflação vai melhorar a partir de 2022