GASTRONOMIA

Gastronomia

Receita de Crumble de manga

Publicado em 10/05/2024 às 15:01

Compartilhe

GATRONOMIA-1

Mais uma vez fui “estimulado” a levar uma sobremesa para o almoço de sábado na casa de um casal de amigos e vizinhos aqui de Domingos Martins, região serrana do Estado do Espírito Santo, onde moro com minha esposa.

Após uma pesquisa na internet resolvi que iríamos saborear um crumble, o qual já tinha produzido anteriormente e que, realmente, fica delicioso!

Crumble (numa tradução livre, do inglês, significa “esmigalhar”) é um prato doce de origem britânica, feito de compota de frutas picadas cobertas com uma mistura de gordura, farinha e açúcar, assado até que a cobertura fique crocante. Muitas vezes, é servido com creme de leite, chantilly ou sorvete.

O mais tradicional é de maçãs, mas eu resolvi aproveitar uma fruta da época e preparei com mangas. Nesta época do ano elas estão muito doces, saborosas e suculentas! Utilizei as da variedade “Palmer”.

Como seriam umas 12 pessoas participando do evento, escolhi 6 unidades maduras. Lavei-as bem, descasquei-as e retirei suas polpas, cortando-as em cubos de, aproximadamente, 4 cm de lado. Como elas iriam assar no forno, junto com a massa, não havia necessidade de qualquer cozimento prévio. Espalhei os cubos numa assadeira de porcelana, untada com um pouco de manteiga sem sal, espremi um limão sobre eles e polvilhei um pouco de canela em pó.

Em seguida comecei a fazer a cobertura: misturei numa tigela 1 ½ xícara de farinha de trigo, 1/2 xícara de açúcar mascavo, ½ xícara de aveia em flocos grandes, 1 colher de sopa de canela em pó e 200 g de manteiga sem sal gelada e cortada em cubinhos. Aí coloquei, literalmente, “a mão na massa”: esmigalhei manualmente, conforme a palavra inglesa, todos os ingredientes, até que a mistura ficou homogênea e com alguns pedaços pequenos de manteiga visíveis.

Esta cobertura foi devidamente espalhada sobre as mangas e a travessa levada ao forno pré-aquecido a 200 ° até que ficou dourada e crocante, mais ou menos uns 20 minutos. Retirei-a e deixei esfriar.

O ideal é servi-lo morno e, se for o caso, aqueça-o por uns 5 minutos antes de levar à mesa. Para acompanhar levei também um pote de sorvete de creme, cuja combinação foi um sucesso!

Veja também

cafes-es

Cafés do Espírito Santo no topo do Prêmio Artesanal de Cafés Especiais Torrados

cafe-conilon

Produção de café conilon deve ser a 3ª maior na série histórica no Espírito Santo

Pesquisa-utiliza-biocarvao-de-casca-de-laranjeira-e-eucalipto-para-filtrar-esgoto

Pesquisa utiliza biocarvão de casca de laranjeira e eucalipto para filtrar esgoto

roberto-kautsky-1

Roberto Anselmo Kautsky: o botânico capixaba que revelou ao mundo a beleza das orquídeas do Espírito Santo

Programa-Saude-na-Escola-leva-conscientizacao-e-cuidados-a-criancas-e-adolescentes-em-todo-Estado

Programa Saúde na Escola leva conscientização e cuidados a crianças e adolescentes em todo Estado

Recorde-nas-exportacoes-do-agro-capixaba-no-1o-quadrimestre-de-2024

Recorde nas exportações do agro capixaba no 1º quadrimestre de 2024

Mulheres-Positivas-abre-periodo-de-indicacoes-para-premio-voltado-a-empreendedoras-no-Agro

Mulheres Positivas abre período de indicações para prêmio voltado à empreendedoras no Agro

brasil-24-05-ft-Rafa-Neddermeyer-abrigo-chuvas-sul

Pessoas físicas doam R$ 35 mi do IR para fundos do Rio Grande do Sul

Últimos artigos de Gastronomia

Receita de Crumble de manga

Receita de Cassoulet de frango

Receita de Caldo de pinto

Receita de Frango à espanhola da Mary Joe

Receita de Peixe à moda Santa Catarina