ESPORTES

Natália Gaudio comenta sobre treinos da Seleção Brasileira de Ginástica em Portugal

Publicado em 30/08/2020 às 14:10

Compartilhe

Uma das principais atletas brasileiras da ginástica rítmica, Natália Gaudio segue treinando forte em busca de uma vaga na Olimpíada de Tóquio 2021. Esta semana, a capixaba, que é contemplada pelo programa Bolsa Atleta, da Secretaria de Esportes e Lazer (Sesport), completa a terceira semana de treinamento em Sangalhos, Portugal.

Natália Gaudio, que embarcou para o país europeu, no último dia 10, para treinar junto com a Seleção Brasileira da categoria e está em uma rotina intensa de treinos, que vão de segunda a sábado, aumentando o ritmo gradualmente.

Segundo Natália Gaudio, todos os atletas já conseguiram voltar à rotina normal de treinos e pretendem manter a crescente produtividade após o retorno para o Brasil, programado para o dia 14 de setembro. A ginasta, que também foi eleita para ser homenageada na Calçada da Fama da Sesport, comentou sobre como tem aproveitado esse período de preparação.

“Os treinamentos estão bem intensos, mas tenho aproveitado ao máximo este período, pois está sendo uma experiência maravilhosa. Acho que esta era a melhor forma de voltar aos ginásios, depois de tanto tempo sem treinar”, afirmou a ginasta.

Já a integrante da Seleção Brasileira de Conjuntos, Thaís Lourencini expressou sua opinião sobre a relevância dos treinos intensivos após um longo tempo fora dos ginásios.

“Os treinos estão sendo bem puxados, pois sair de uma quarentena, treinando em casa, para um treino no ginásio é completamente diferente, mas é um período muito bom, de extrema importância e já conseguimos avançar bastante”, disse Thaís.

Além de Natália Gaudio e Thais Lourencini, a também contemplada na categoria nacional do programa Bolsa Atleta, Geovanna Santos completa o time de ginastas capixabas que estão realizando esta temporada de treinos em Portugal.

Além dos técnicos que as acompanham diariamente, as ginastas ainda contam com uma equipe multidisciplinar, composta por fisioterapeutas, médicos, psicólogos e preparadores físicos – todos profissionais da Seleção, que as auxiliam na busca pela vaga olímpica.

Projeto

O projeto “Missão Europa”, em Portugal, veio como uma solução para que os atletas olímpicos pudessem retornar aos treinos de forma produtiva e segura, em meio ao enfrentamento da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).

Neste período, os esportistas permanecem em um complexo seguindo os protocolos de saúde estabelecidos, sem contato com pessoas de fora, como meio de prevenção.

“É muito importante a gente poder estar voltando com segurança e com toda esta equipe que está trabalhando para que possamos retornar da melhor forma possível. Todos que nos receberam aqui são muito receptivos e nos ajudam muito, fazendo com que possamos nos sentir em casa”, concluiu Natália Gaudio.

Bolsa Atleta

O programa Bolsa Atleta beneficia, neste ano, 121 atletas e paratletas de alto rendimento. Os valores do auxílio mensal variam de acordo com a categoria do atleta dentro do edital, sendo R$ 500 (estudantil), R$ 1.500 (nacional), R$ 2 mil (internacional) e R$ 4 mil (olímpico).

Veja também

PEPCV-Karol-Gazoni-Iema-1

Parques estaduais estarão abertos para visitação nesta semana

WhatsApp-Image-2021-06-21-at-09.23.40

Trânsito intenso causa engavetamento entre três carros na BR-262

WhatsApp-Image-2021-06-21-at-11.35.36-3

Carros antigos serão expostos em Araguaya no mês de julho

acidente-fazenda-no-estado_capa

Motociclista fica ferido após acidente com carreta na Fazenda do Estado, em Domingos Martins

doses-da-AstraZeneca-Fiocruz

Saúde envia aos estados e DF mais de 7,6 milhões de doses da AstraZeneca/Fiocruz

banestes-mantem-menor-taxa-de-juros

Banestes mantém menor taxa de juros do Brasil no crédito imobiliário, mesmo após alta da Selic

Sebrae-ES-consultoria

Sebrae/ES oferece consultorias sobre finanças com até 90% de desconto

pastor-de-marechal-tranferencia

Transferência de pastor entristece luteranos em Marechal Floriano