Estátua de George Floyd é vandalizada e câmeras registram ação; veja o vídeo

Publicado em 04/10/2021 às 15:21

Compartilhe

98927


source
Estátua foi vandalizada em Nova Iorque
Reprodução/NBC

Estátua foi vandalizada em Nova Iorque

A estátua em homenagem a George Floyd em Nova Iorque, nos Estados Unidos, foi vandalizada com tinta prateada nesse domingo (3). A ação foi registrada por câmeras de segurança e as autoridades investigam o caso.

Floyd foi morto pelo ex-policial Derek Chauvin durante uma abordagem em Minneapolis, em 25 de maio de 2020.  Chauvin foi condenado a 22 anos e meio de prisão pelo assassinato do ex-segurança.

Assista ao momento:


Leia Também

O busto de Floyd foi inaugurado há menos de uma semana, em uma instalação com outras personalidades do movimento negro. A estátua está localizada ao lado da de John Lewis, pioneiro do combate ao racismo nos EUA, e  Breonna Taylor, também vítima da violência policial, morta dentro da própria casa durante uma abordagem .

No mesmo dia em que o busto de Floyd foi vandalizado, um grupo de voluntários se reuniu na rua para limpar a estátua.

Voluntários limparam a estátua
Reprodução/NBC

Voluntários limparam a estátua


Além deste episódio,  um grupo neonazista pichou outro monumento em homenagem a Floyd, no primeiro semestre deste ano, com o nome do grupo de extrema direita, um dia após sua inauguração.

Fonte: IG Mundo

Veja também

Palio-atinge-caminhonete-em-trevo-da-BR-262-e-foge-do-local-do-acidente

Pálio atinge caminhonete em trevo da BR-262 e foge do local do acidente

112964

EUA recomendam que população use “máscara mais protetora possível”

112962

Pitbull faz “birra” toda vez que escuta uma bronca

© José Cruz/Agência Brasil

Covid-19: Rio de Janeiro começa vacinação de crianças nesta segunda

112957

Covid-19: Áustria terá vacinação obrigatória a partir de fevereiro

© Alex Sandro/TV Brasil

Brasil recebe segunda remessa de vacina pediátrica da Pfizer

112953

Lira diz que Senado deve ser cobrado por nova alta de combustíveis

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Síndrome de Burnout é reconhecida como fenômeno ocupacional pela OMS