GASTRONOMIA

Gastronomia

Batatas Rösti

Publicado em 14/07/2023 às 16:02

Compartilhe

GATRONOMIA

Num estes sábados consegui comprar belas batatas inglesas e me propus, então, a preparar este prato para o almoço em que eu e minha esposa iríamos participar na casa de um casal de amigos em Domingos Martins, juntamente com outros convidados.

 A receita é de origem suíça, simples de preparar, mas que faz uma única exigência: tem que ser utilizada uma frigideira revestida com material antiaderente, ou então poderá não dar certo… Pode ser recheada ou não: dê asas à imaginação, adicionando queijo, presunto, mortadela, cebola fatiada, ervilhas ou o que mais lhe aprouver.

Usei 1,7 kg de batatas, o suficiente para dividir em 8  porções. Comecei descascando-as e colocando-as numa panela com água fervente por 5 minutos, só para dar uma pequena pré-cozida. A seguir usei um processador de alimentos que possui uma lâmina própria para ralar (se não tiver este utensílio, o jeito é ralar na mão mesmo, no ralo grosso…), o que é bem rápido. Coloquei-as, então, numa peneira para escorrer bem.

Enquanto isso deixei a frigideira revestida aquecendo no fogo alto e adicionei uma boa quantidade de azeite (se quiser dar um “toque” especial, coloque uma colher de sopa de manteiga também!) e, quando já estava numa temperatura alta mas sem esfumaçar, espalhei uma camada com metade das batatas raladas, temperei com sal e pimenta do reino e deixei fritar um pouco. Coloquei por cima desta camada umas 3 colheres de sopa de queijo parmesão ralado e outras 3 de presunto picado. 

Por cima desta camada coloquei o restante das batatas de modo a obter uma espessura homogênea. Agora vem o “pulo do gato”: temos que acompanhar de perto a fritura, levantando a borda cuidadosamente de vez em quando para verificar se a superfície inferior está dourada e crocante, adicionando um pouquinho de azeite se achar necessário. Quando dourar, tire do fogo, solte a peça inteira do fundo da frigideira e, mais cuidadosamente ainda, escorregue ela para um prato grande. Imediatamente após coloque a frigideira emborcada por cima e, usando sua habilidade, segure o fundo da frigideira com um pano para não se queimar com uma mão e o fundo do prato com a outra. Gire o conjunto até que a frigideira fique em posição para fritar a outra superfície.

Volte para o fogo e aí é só acompanhar a superfície inferior ficar dourada e crocante, igual à superior. Quando estiver, deslize-a para um prato grande, enfeite com um ramo de salsinha fresca e sirva imediatamente. Ela acompanhou muito bem as “tripas à moda do Porto”, receita portuguesa que nosso anfitrião preparou com muita dedicação para deliciarmo-nos, devidamente acompanhada por algumas taças de vinhos tintos das mais diversas castas. Sem dúvida um almoço memorável! Bom apetite e até a próxima.

Veja também

geral-14-02-casa-freepik

Governo federal comprará quase 2 mil imóveis para desabrigados no RS

agro-30-05-ft-freepik-agro-familia

Coop apresenta demandas para o Plano Safra da Agricultura Familiar

geral-30-05-ft-freepik-mata

Espírito Santo é o estado que mais fiscaliza seu território de Mata Atlântica

geral-22-02-Joedson-Alves-agencia-Brasil-1

Prazo termina amanhã e quase 50% dos MEIs não enviaram declaração anual

GATRONOMIA-2

Receita de “Falso” pudim de morangos

mat-paga-29-05-Comercial-Delpupo-capa-1

Empresa promove treinamento para profissionais da construção de Afonso Cláudio

cultura-29-05-ft-div-carnaval-veneza

Festival da cultura italiana na Praça do Papa recebe Carnaval de Veneza

geral-29-05-ft-Gov-ES-equipe-bombeiros

Espírito Santo envia quarta equipe de bombeiros para Rio Grande do Sul

Últimos artigos de Gastronomia

Receita de “Falso” pudim de morangos

Receita de Crumble de manga

Receita de Cassoulet de frango

Receita de Caldo de pinto

Receita de Frango à espanhola da Mary Joe