Marechal economiza no primeiro semestre e garante salário dos funcionários em dia

Em meio a um cenário de crise política e econômica, que culminou na queda de receita das prefeituras, a cidade de Marechal Floriano está trabalhando para ir na contramão dessa realidade. No primeiro semestre do ano, a administração priorizou a economia na máquina pública e o pagamento em dia de todos os funcionários vinculados à Prefeitura. Com a casa mais arrumada, o foco do segundo semestre será a geração de emprego e renda.

Além da economia e do pagamento em dia, a Prefeitura concedeu um aumento de 80% no tíquete alimentação dos funcionários, que passou a ser R$ 180,00. O secretário Municipal de Administração, Osvaldo César Kiefer, garante que os bons resultados são resultado de uma gestão focada no desenvolvimento de Marechal Floriano.

“Nos primeiros seis meses de gestão, priorizamos a organização das contas da Prefeitura, a readequação do orçamento a fim de economizar, o pagamento dos funcionários em dia e melhores condições de trabalho para eles, como com o aumento do tíquete alimentação. Tudo isso promove o desenvolvimento do município, a melhoria dos serviços públicos e satisfação dos nossos munícipes”, afirmou o secretário.

Trabalho e renda

No próximo semestre, a prioridade da Prefeitura, de acordo com o secretário Osvaldo Kiefer, será na melhoria de áreas fundamentais para o desenvolvimento socioeconômico de Marechal Floriano.

“Vamos investir na saúde, educação, turismo, agricultura e meio ambiente. Nosso objetivo é gerar mais emprego e renda, aumentar a receita do município e promover a eficiência dos serviços públicos”, acrescentou Osvaldo.

Outro resultado comemorado pela Prefeitura de Marechal Floriano são as licitações, que estão todas em dia para cumprir com as questões de infraestrutura do município, como manutenção de estradas, limpezas de rios e outros serviços.

Para o prefeito Cacau Lorenzoni, existem motivos para comemorar os primeiros meses da administração. “Estamos reorganizando a casa e temos muito trabalho pela frente”, apontou.