Mais de 30 estabelecimentos turísticos de nove municípios da região de montanhas do Espírito Santo já aderiram ao selo “Turista Consciente & Ambiente Responsável”, desenvolvido pelo Montanhas Capixabas Convention & Visitors Bureau, entidade sem fins lucrativos e que é a instância de governança da região, responsável pelas ações em prol do turismo local.

Os empreendimentos capixabas do setor turístico impactados economicamente pelo novo Coronavírus (Covid-19) terão mais recursos disponíveis junto ao Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes). Além disso, os empresários poderão contratar recursos do Fundo Geral do Turismo (Fungetur), com o uso de garantia do Fundo de Aval Bandes. O anúncio foi feito pelo governador Renato Casagrande, nesta quinta-feira (18), durante transmissão ao vivo pelas redes sociais.

O governador do Estado, Renato Casagrande, em solenidade virtual, na tarde desta terça-feira (09), convidou toda a cadeia produtiva do turismo a aderir aos protocolos sanitários de enfrentamento ao novo Coronavírus (Covid -19) e a colaborarem na estruturação do Plano de Retomada da Economia do Turismo, elaborado pela Secretaria de Turismo (Setur). A adoção dos protocolos específicos de 15 atividades que compõem o segmento econômico do turismo é o primeiro passo para ação de retomada.

Com o objetivo de organizar e integrar a retomada do fluxo turístico em nove municípios da região de montanhas do Espírito Santo, bem como assegurar que os estabelecimentos estão adotando protocolos sanitários internacionais de combate à pandemia do coronavírus (Covid-19), adaptados à realidade regional, foi criado o selo “Turista Consciente & Ambiente Responsável”.

A reabertura da antiga estação ferroviária, atualmente “Museu da Imigração”, para o retorno à atividade turística, depende das decisões do governador Renato Casagrande e do prefeito João Carlos Lorenzoni. O imóvel se encontra na Praça José Henrique Pereira, que está distanciada com fitas plásticas do movimento de moradores e visitantes, atendendo a um decreto estadual.

Reconhecida por ter um dos melhores climas do mundo, com vasta cobertura florestal, com belezas naturais de tirar o fôlego, paisagens para eternizar em belas fotos e com uma infraestrutura turística capaz de agradar a todos os públicos, a região de montanhas do Espírito Santo será o destino certo para quem já planeja a primeira viagem após a pandemia do coronavírus.

Após várias semanas fechados devido à pandemia do coronavírus, aos poucos os hotéis e pousadas da região de montanhas do Estado estão voltando a atender. A maior parte permaneceu fechada nas primeiras semanas após ser declarada a pandemia e o governo estadual ter orientado ao fechamento do comércio, mesmo o setor de serviços, em que se enquadra a hotelaria, nunca ter sido proibido de fechar.