Por votos nas eleições, Bolsonaro barra bônus para estudantes no Auxílio Brasil

Publicado em 31/10/2021 às 13:20

Compartilhe

102951


source
Benefício previa adicional nas parcelas para famílias que possuem filhos com boas notas
Agência Brasil

Benefício previa adicional nas parcelas para famílias que possuem filhos com boas notas

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) usou as eleições de 2022 para justificar a rejeição da proposta de adicional para estudantes bem avaliados no Auxílio Brasil. A informação foi publicada pelo jornalista Lauro Jardim, do jornal O Globo .

Segundo o colunista, Bolsonaro afirmou que, se aprovasse a proposta, poderia perder votos de outros beneficiários do programa social e prejudicar sua reeleição.

A sugestão previa um bônus para famílias que possuem filhos com boas notas na escola. A medida tentava incentivar a melhoria do nível educacional do país em troca de reajuste no benefício assistencial.

O Auxílio Brasil, que substituirá o Bolsa Família a partir de novembro, é uma alternativa encontrada pela ala política para aumentar a popularidade de Jair Bolsonaro a menos de um ano das eleições. A proposta prevê reajuste nas parcelas para R$ 400. Parte desse valor (R$ 300) seriam fixos e outros R$ 100 de auxílio temporário até dezembro de 2022.

Leia Também

O novo benefício causou polêmicas na Praça dos Três Poderes em Brasília. O Palácio do Planalto pretende pagar o benefício com a aprovação da PEC dos Precatórios. A proposta deve ser votada na Câmara na próxima quarta-feira (03), mas o projeto ainda não tem os 308 votos necessários para aprovação.

Parte do benefício seria contabilizado dentro da regra do Teto de Gastos e o auxílio temporário será colocado fora da regra. A sugestão provocou “pânico” no mercado financeiro e  causou a saída de quatro secretários do Ministério da Economia.

O Auxílio Brasil passará a valer em 17 de novembro, com parcelas de R$ 220, em média. O valor  é abaixo dos 20% de reajuste prometido pelo ministro da Cidadania, João Roma.

Veja também

© Pedro Souza/Atletico

Bahia respira, Grêmio agoniza e Atlético-MG faz a festa com a torcida

108004

Paulo Guedes define nomes para reestruturação do Ministério da Economia

108000

EUA: Memorial em homenagem a Anne Frank é vandalizado com suásticas

107998

Petrobras vai reduzir preço dos combustíveis esta semana, diz Bolsonaro

107993

Maduro é retratado como super herói em desenho de TV estatal na Venezuela

107991

Presidente de Portugal dissolve Parlamento e convoca eleições antecipadas

107989

Mais da metade dos maiores de 18 anos consomem bebidas alcoólicas

107987

Padre ortodoxo chama papa Francisco de ‘herege’ em Atenas