Novo cangaço: bandidos mortos eram procurados no Brasil por roubo a bancos

Publicado em 01/10/2022 às 18:16

Compartilhe

Novo-cangaco-bandidos-mortos-eram-procurados-no-Brasil-por-roubo-a-bancos

Julio Huber

Em coletiva de imprensa realizada na tarde deste sábado (1º), representantes das forças de segurança do Espírito Santo informaram que os integrantes do grupo que roubou três agências bancárias na madrugada de ontem (30), em Santa Leopoldina, eram procurados no Brasil por terem praticado pelo menos 18 roubos a bancos, sendo oito na Bahia e 10 em Minas Gerais.

Em uma operação realizada na manhã de hoje, na região de Tirol, em Santa Leopoldina, cinco homens foram mortos durante confronto com policiais. Todos eram de uma organização formada por criminosos da Bahia e de São Paulo. O secretário estadual de Segurança, o coronel Márcio Celante, destacou a integração de diversas forças policiais na operação.

“Planejamos essa operação durante a noite e chegamos em Tirol por volta de 4 horas da manhã. Em menos de 24 horas demos uma resposta à sociedade. Tivemos muitas dificuldades no local, mas conseguimos localizar os bandidos no meio da mata. No Espírito Santo temos tolerância zero para esse tipo de criminosos. Tivemos uma ação conjunta das forças de segurança e por isso tivemos êxito”, disse.

Participaram da operação policiais civis, do Batalhão de Missões Especiais (BME) da Polícia Militar, da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Gerência de Inteligência da Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp).

UM ANO DE PLANEJAMENTO – O chefe da Divisão Patrimonial e titular da Delegacia Especializada de Roubo a Banco (DRB), o delegado Gabriel Monteiro, detalhou como foi a ação dos bandidos. Segundo ele, o grupo vinha organizando a ação em Santa Leopoldina há pelo menos um ano, com a ajuda de uma família capixaba.

“Um homem que já morou em Tirol – região onde os bandidos se esconderam – conheceu um integrante desse grupo em São Paulo. Na ocasião, ele teria contado que havia pouco policiamento em algumas cidades do Espírito Santo e que as agências bancárias tinham pouca segurança. Foi então que eles começaram a planejar esse roubo”, revelou o delegado.

Ontem, no início das investigações, os policiais identificaram que um veículo Cobalt, de cor preta, estava circulando na cidade no momento do roubo. A polícia localizou o proprietário e foi até a residência, em Viana, onde quatro pessoas da mesma família foram presas, sendo mãe, filha e um cunhado.

O delegado explicou que o pai e o filho foram responsáveis para dar fuga aos bandidos, levá-los até a região de Tirol e também levaram os veículos usados no roubo até Peixe Verde, em Viana, onde os mesmos foram encontrados incendiados. A mãe e a filha participaram do crime dando fuga para pai e filho após eles deixarem os carros em Viana.

“A mãe estava sabendo todo o tempo da organização do crime. Os oito criminosos que cometeram o roubo ficaram durante sete dias dentro da residência da família, em Viana, e não saiam de um cômodo onde eles dormiam. As filhas adolescentes do casal tinham que sair da casa à noite. As adolescentes viram que os homens chegaram com barracas de camping e armas”, contou Gabriel Monteiro.

O delegado informou que o grupo já estava planejando outro roubo, desta vez em Cariacica, e queriam juntar até 30 homens. “Eles são organizados e possuem ramificações em outros Estados. Estavam querendo agir no Espírito Santo, porque na Bahia estavam ocorrendo muitos óbitos. Por azar deles, eles escolheram o Espírito Santo, e agora devem passar longe do nosso Estado”, garantiu.

RESGATE DOS BANDIDOS – Após cometerem o roubo, os criminosos foram até Tirol, onde se esconderam na mata. Entretanto, de acordo com o delegado Gabriel Monteiro, eles já haviam ido até a região, nos últimos dias, para conhecer a trilha por onde iriam passar dias.

“Eles levaram mantimentos para ficar na mata por até 10 dias, se fosse necessário. Eles haviam planejado que domingo (amanhã), um motorista – que foi preso – iria até um local combinado, com um caminhão baú, e assoviaria para que eles saíssem da mata e entrassem no caminhão, quando eles iram fugir. Tudo foi muito bem planejado e eles estavam preparados”, informou.

Operação foi considerada sucesso e mostrou profissionalismo dos policiais

O comandante-geral da Polícia Militar do Espírito Santo, o coronel Douglas Caus, reforçou o profissionalismo dos policiais que atuaram hoje. “Essa ação conjunta mostra o profissionalismo e o treinamento de nossos policiais, e também mostra que estamos preparados para qualquer situação que por ventura tivermos que atender no Espírito Santo. Não iremos tolerar, em momento algum, que esse tipo de ocorrência ocorra em nosso Estado. Ou os bandidos serão presos, ou voltarão para seus Estados de origem no caixão, se ousarem enfrentar os nossos policiais”, afirmou.

O delegado-geral da Polícia Civil do Espírito Santo, José Darcy Santos Arruda, relatou que o grupo que roubou as agências bancárias em Santa Leopoldina já praticou esse crime em outros Estados brasileiros. Ele falou que diante dessa informação, foi necessário juntar todas as forças policiais capixabas.

“Cada equipe atuou em sua área de atuação e com sua expertise. Mostramos para o Brasil que o Espírito Santo não vai aceitar esse tipo de situação. Ontem, quando vi que era uma ação do ‘novo cangaço’, agimos logo para dar a resposta que a sociedade queria. Estou orgulhoso dos nossos policiais e temos que parabenizar a todos que participaram dessa ação”, enfatizou.

Todo o armamento apreendido será periciado e comparado com bancos de dados de todo o Brasil. A Polícia Civil acredita que esses dados poderão ser usados para resolver outros crimes praticados pelo grupo em outras partes do país.

TRÊS FORAGIDOS – A suspeita da polícia é de que três bandidos ainda estejam escondidos no meio da mata em Santa Leopoldina. Policiais continuam na região, e a orientação é para que a população ligue para o 181 ou para o 190 caso veja alguma situação suspeita.

“Esses criminosos são violentos, e não se entregam fácil. Eles preferem o confronto com a polícia a se entregarem. Além disso, possuem armamento pesado”, alertou o delegado Gabriel Monteiro.

Veja também

geral-24-06-ft-Divulgacao-Ibama

Servidores federais ambientais iniciam greve

cultura-24-06-ft-Cicecro-italemanha

Preparativos para a Italemanha em ritmo acelerado em Marechal Floriano

geral-24-06-ft-div-gov-es

Recurso emergencial chega a empresas afetadas pelas chuvas no Espírito Santo

brasil-24-06-ft-Reproducao-Twitter-enchente-RS

Nível do Guaíba sobe 23 cm e prefeitura emite alerta para inundações no RS

saude-24-06-ft-freepik-vacina

Saúde reforça importância da vacinação contra sarampo àqueles que vão à Olimpíada de Paris

turismo-24-06-ft-divulgacao-Rota-dos-Queijos

Rota dos Queijos em João Neiva: uma jornada de sabor e tradição

politica-24-06-STF-porte-maconha

STF retoma julgamento sobre porte de maconha para consumo

mundo-24-06-ft-reproducao-portal-ig

Médico brasileiro sobrevive à acidente que vitimou 9 pessoas na Namíbia, incluindo sua esposa