Novak Djokovic afirma que torce por retorno de Roger Federer

Publicado em 17/11/2021 às 20:50

Compartilhe

© REUTERS/Issei Kato/Direitos Reservados


O tenista número um do mundo, o sérvio Novak Djokovic, disse nesta quarta-feira (17) que espera que Roger Federer volte em breve à ação competitiva e possa jogar novamente com os melhores, após o suíço ter anunciado que não disputará o Aberto da Austrália em janeiro.

Federer, de 40 anos, afirmou à mídia suíça que é improvável que retorne às competições até meados de 2022, à medida que se recupera de múltiplas cirurgias no joelho, e acrescentou que ficaria “extremamente surpreso” se pudesse jogar em Wimbledon, torneio do Grand Slam que ele já ganhou oito vezes.

O tenista 20 vezes campeão de torneios do Grand Slam disse que deve voltar a correr em janeiro, e só retorna aos treinos em quadra em março ou abril.

“Roger é um ícone do nosso esporte e as pessoas ao redor do mundo o amam. Todos adoram vê-lo jogar, adoram vê-lo por aí”, declarou Djokovic após garantir uma vaga nas semifinais do ATP Finals com uma vitória de 6-3 e 6-2 sobre o russo Andrey Rublev.

“Ele é muito importante para nosso esporte dentro e fora de quadra. Para o bem de nosso esporte, espero sinceramente que possamos vê-lo jogar pelo menos outra vez. Tenho certeza de que ele não quer terminar sua carreira desta maneira”, acrescentou.

Djokovic está buscando igualar o recorde de Federer de seis títulos do ATP Finals. Ele está no topo da classificação do Grupo Verde com duas vitórias em duas partidas e enfrentará o britânico Cameron Norrie em seu último jogo do grupo, na sexta-feira (19).

Veja também

107408

Como parcelar o imposto do MEI atrasado

107406

Governo revisa dados e país fechou 191 mil vagas de emprego em 2020

107404

Ladrões vestidos de vilões de Harry Potter são presos após assalto na Escócia

© Marco Galvão/CBF/Direitos Reservados

Treinadores campeões olímpicos serão homenageados em festa do COB

107400

Gata é encontrada com um bilhete triste e uma pequena surpresa

107398

99 Táxi é condenada por cadastro em CPF de terceiro

© NIAID

Anvisa: dois casos da variante Ômicron são identificados no Brasil

107394

Telebras e ICMBio estão com quase duas mil vagas abertas em concursos; confira