Frango ao molho de mostarda em grão

Gastronomia , 02 Janeiro 2020

Frango ao molho de mostarda em grão

Esta receita eu peguei no livro “Minha cozinha em Paris”, escrito por David Lebovitz, um Chef americano que se mudou “de mala e cuia, panelas e demais equipamentos” para Paris, onde fixou residência. Lá, ele conta no livro, está aprendendo a viver como um parisiense, com suas peculiaridades, manias, feiras, mercados e tudo mais... E cozinhando muitas receitas francesas, claro!

Frango ao molho de mostarda em grãoPreparei esta, junto com minha esposa, para o almoço de um sábado, mais uma vez na agradável casa do casal de amigos que temos no condomínio em Domingos Martins. Harmonizamos com um vinho da uva Pinot Noir, delicioso!

Comecei temperando 4 coxas e sobrecoxas de frango com sal e pimenta do reino, colocando-as, sem separá-las, numa frigideira grande onde fritei antes, no azeite, tempero de alho e cebola batidos sem sal. Virei-as algumas vezes, deixando-as ficar bem douradas de todos os lados. Na sequência adicionei um copo de vinho branco seco e polvilhei um pouco de páprica picante. Tampei a frigideira e deixei tudo cozinhar bem (o frango está bem cozido quando, ao se espetar uma faca de ponta fina em sua carne, o líquido que aparece no furo é incolor!).

Neste momento acrescentei 4 colheres de sopa do molho de mostarda em grãos que comprei pronto no supermercado, onde existem diversa marcas à disposição, nacionais e estrangeiras (os franceses o denominam “moutarde à l’ancienne”, que vem com os grãos junto!) e deixei apurar e engrossar um pouco.

Pronto, aí é só servir ainda quentes acompanhadas por uma entre diversas opções: uma massa ao “alho e óleo”, batatas cozidas ou sauté, um arroz branco ou legumes cozidos no vapor, por exemplo. No nosso caso utilizamos uma massa curta, um fusulli (parafuso) cozido al dente, com queijo parmesão ralado por cima!

Todos apreciaram bastante e, agora, aguardemos a próxima receita!

 

confira botao coluna 2

 

Histórico