Liberação de crédito do Bandes destinado à agricultura sustentável supera os R$ 3,5 milhões em 2017

Publicado em 27/08/2017 às 12:59

Compartilhe

Os projetos de financiamento voltados à agricultura de baixa emissão de carbono, que aliam investimentos voltados para aumentar a produção de alimentos de forma sustentável e com resultados econômicos, têm crescido no Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes). No primeiro semestre de 2017, os produtores rurais do Espírito Santo contrataram R$ 3,55 milhões pelo Programa Agricultura de Baixo Carbono (ABC).

Comparativamente, o valor aprovado este ano no Programa ABC é 64% superior ao mesmo período do ano anterior, quando foram aprovados R$ 2,16 milhões em investimentos que contribuem para a redução de impactos ambientais causados por atividades agropecuárias.

Um dos clientes beneficiados pelo financiamento com objetivo de aumentar a produção em bases sustentáveis foi o engenheiro Alcides Valfre de Marchi, que contratou o recurso para expandir sua área de plantio de eucalipto no município de João Neiva. Alcides destaca que o recurso foi utilizado para aquisição de insumos, pesticidas, maquinário para utilização do terreno e contratação de mão de obra especializada. “Fiz uma pesquisa para identificar uma cultura que eu tivesse um manejo da produção onde pudesse conciliar minha outra atividade profissional, aliado a uma segurança de comercialização no mercado”, informa Alcides pela decisão pelo plantio de eucalipto na área que recebeu de herança familiar.

Com o financiamento, o produtor pode expandir sua área de plantio de 6 hectares para os 14 hectares atuais, aumentando a produtividade e consequentemente o retorno para o produtor “Hoje quase que a totalidade da produção é feita com a indústria de celulose”, informa.

Alcides destaca ainda que a alternativa por investir em florestas plantadas é uma boa opção e planeja novos investimentos. “Tenho a ideia de investir mais em silvicultura, com plantio destinado a indústria madeireira e pretendo contar com o Bandes novamente nesta nova etapa”, enfatiza o produtor.

Sensibilização

O Programa ABC é uma iniciativa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e incentiva a adoção de práticas sustentáveis para a redução das emissões de gases de efeito estufa e também a sensibilização do produtor para que ele invista na sua propriedade para impulsionar a produtividade e a renda, mantendo o meio ambiente conservado. As ações do programa ABC estão inseridas no Plano Agrícola e Pecuário e preveem aplicação de recursos em técnicas que garantem eficiência no campo, com balanço positivo entre sequestro e emissão de dióxido de carbono (CO2).

O investimento do Bandes por meio do Programa do Mapa contribui para o desenvolvimento sustentável, aliando o desenvolvimento econômico com a preservação ambiental. Para o setor agropecuário, o desafio é evoluir das práticas convencionais para uma agricultura de baixa emissão de carbono, sem deixar de proporcionar renda aos agricultores e alimentos de qualidade e baratos para a população. “Os produtores rurais têm o Bandes como um aliado para enfrentar esse desafio e elevar a agropecuária para um novo patamar de sustentabilidade”, destaca Everaldo Colodetti, diretor de Crédito e Fomento do banco capixaba.

A abrangência do Plano ABC é nacional e seu período de vigência é de 2010 a 2020, sendo previstas revisões e atualizações em períodos regulares não superiores há dois anos, para readequá-lo às demandas da sociedade, às novas tecnologias e incorporar novas ações e metas, caso se faça necessário.

Conheça as modalidades de atuação do Programa ABC operacionalizadas pelo Bandes

ABC Integração – incentiva a produção de sistemas agroflorestais (integração lavoura floresta) que nada mais é do que o plantio de espécies florestais (eucalipto, seringueira, cedro, pinus, mogno, etc) com espécies agronômicas (café, pimenta do reino, cacau, coco, etc). Entre os projetos contemplados pelo Bandes estão projetos de sistemas agroflorestais de café e seringueira, café e cedro, pimenta do reino, além da inclusão de espécies frutíferas como mamão a cacau.

Incentiva também o plantio de sistemas silvipastoris (integração pecuária- floresta), que é a introdução de espécies florestais (eucalipto, seringueira, cedro, pinus, mogno, etc) na pastagem, propiciando aumento de renda para o produtor e aumentando o bem estar dos animais, devido ao sombreamento.

ABC Floresta – incentiva a produção de espécies florestais (eucalipto, seringueira, cedro, pinus, mogno, etc). Além do plantio de florestas comerciais que aumentam a cobertura florestal e possibilitam maior proteção ao solo, nesta modalidade é possível financiar a regularização ambiental das propriedades.

ABC Recuperação – incentiva a recuperação de pastagens, muitas vezes degradadas. Com esta atividade o produtor além de aumentar a oferta de volumoso para seu rebanho ainda reduz a erosão destas áreas, através da redução do escoamento superficial e da carreação de sedimentos.

O Programa ABC pode ser visto como uma possibilidade de complementação do Programa Reflorestar. Algumas modalidades contempladas pelo Reflorestar como Sistemas Agroflorestais, Floresta Manejada e Sistema Silvipastoril, podem ser financiadas através do ABC, sendo assim os produtores podem complementar os investimentos nestas atividades através de financiamentos realizados pelo Programa ABC.

Veja também

cultura-19-07-ft-div-familia-lima

Família Lima se apresenta hoje (19) no Festival de Inverno de Domingos Martins

turismo-19-07-ft-gov-es-grupo-teatro-Gota-Po-e-Poeira

Grupo teatral Gota, Pó e Poeira participa de festival nacional em Minas Gerais

GATRONOMIA

Receita de Nhoque de inhame

agro-19-07-ft-div-sinfagres-1

Inscrições abertas para o Seminário de Defesa Agropecuária do Espírito Santo

policia-19-07-ft-gov-es-procon-es

Procon-ES apreende mais de 100 quilos de produtos vencidos em supermercados na região do Caparaó

saude-19-07-ft-gov-es

CRE Metropolitano atende mais de 3,9 mil usuários dentro do Programa de Órtese Oftalmológica em três meses

esportes-19-07-ft-divulgacao-paratleta-capixaba

Espírito Santo conquista 25 medalhas no Circuito Loterias Caixa de Natação Paralímpica

mat-paga-esporte-19-07-ft-freepik-torcida-argentina

Após título da Argentina, como está o ranking de conquistas da Copa América?