Estudante de Domingos Martins vai representar o Brasil em evento da ONU

Publicado em 20/05/2017 às 11:20

Compartilhe

Quem nunca pensou em conhecer o mundo fazendo o que mais gosta? Bom, esse sonho de muitas pessoas terá mais um roteiro realizado, neste mês de maio, para uma estudante de Direito, nascida em Domingos Martins, que representará o Brasil em um evento que irá debater sobre os desastres naturais.

Johanna Reinholz de Nazareth, 22 anos, que está no nono período do curso, na Faculdade de Direito de Vitória (FDV), participará do Global Platform For Disaster Risk Reduction 2017, promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU), que será realizado na cidade de Cancun, no México, entre os dias 21 a 28 de maio de 2017.

Até estar entre os cincos selecionados, Johanna teve que participar de um processo de inscrição feito de forma online, pelo site da Diplomacia Civil. Ela teve que preencher um formulário, enviar um resumo de seu currículo, escrever uma carta de motivação, além de escolher um tema para um artigo, que poderia ser científico ou de opinião.

A graduanda em Direito escolheu escrever um artigo de opinião sobre a participação das Organizações Não-Governamentais (ONGs) diante do caso do desastre ambiental ocorrido na barragem de Mariana, em Minas Gerais, que atingiu também o Espírito Santo.

“Como as 15 ONGs estão localizadas em várias partes do país, eu fiz uma compilação dessas organizações para fazer o meu artigo. A pesquisa se baseou no trabalho desenvolvido pelo Estado brasileiro e pelos Estados do Espírito Santo e Minas Gerais, além da contribuição das ONGs diante desse desastre”, contou ela.

A confirmação de que estava entre os cinco escolhidos para o evento aconteceu em fevereiro desse ano. Johanna será a única do Espírito Santo que representará o país, junto com duas pessoas de São Paulo e outras duas de Minas Gerais.

Na expectativa pela viagem, a estudante fala sobre o conhecimento aprimorado que espera trazer na bagagem. “Espero trazer contribuições deste evento aqui para o Brasil e trabalhar com isso de alguma forma. Ver como que os países desenvolvidos tratam dos desastres ambientais e trazer o lado tecnológico que eles utilizam”, ressalta Johanna.

Hoje, ela reside na capital do Estado, Vitória, onde já estagiou na Defensoria Pública do Estado do Espírito Santo, no Ministério Público do Estado do Espírito Santo e atualmente está na Defensoria Pública da União.

DESASTRES AMBIENTAIS EM PAUTA – O Global Platform for Disaster Risk Reduction de 2017 reunirá líderes mundiais e pesquisadores que discutirão medidas de prevenção e redução de risco de desastres ambientais.

O evento acontece a cada dois anos e é reconhecido pela Assembleia Geral das Nações Unidas como o principal fórum, em nível global, para coordenação, desenvolvimento de parcerias e revisão de processos na implementação de instrumentos sobre a redução do risco de desastres. Durante os oito dias, serão realizadas palestras que abordarão temas de estratégias de resgate, recuperação e reconstrução e mudanças climáticas.

VAQUINHA ONLINE – Mesmo selecionada para participar do evento, Johanna teve que buscar ajuda para custear a viagem até Cancun. “A Diplomacia Civil é uma instituição sem fins lucrativos, porém ela faz todo esse processo de facilitação para que os interessados possam participar dos grandes eventos, então eu paguei uma espécie de pacote que custeia hospedagem, a passagem, o credenciamento, além dos workshops e capacitações online que recebi antes de fazer a viagem”, conta Johanna.

Ela teve que se empenhar para garantir presença no evento e, pensando assim, bolou várias formas de levantar uma boa quantia em dinheiro. “Eu criei uma vaquinha online, em um site, e fiz algumas rifas. Com o site, consegui arrecadar até o momento R$ 430, e com as rifas foram mais R$ 1.500”, informou Johanna.

Ela também conseguiu, por meio de patrocínios da própria FDV, onde ela estuda, e de duas empresas – Exata Ambiental, em Vitória, e o Grupo Empresarial Martins & Freitas, em Domingos Martins, levantar a quantia de R$ 2.500.

Viagens em busca do conhecimento

Esta não será a primeira vez que Johanna viaja para fora do país. Ela já visitou a América do Norte, mais precisamente os Estados Unidos, e também já participou de um projeto quando foi para Argentina, em 2014.

“Fiz o intercâmbio por meio da Association Internationale des Etudiants en Sciences Economiques et Commerciales (AIESEC), e trabalhei com um projeto para desenvolver potencialidades artísticas com crianças de uma comunidade carente em Mendoza, na Argentina. Nesse projeto, eu, outra brasileira e uma mexicana desenvolvíamos, junto com as crianças, brinquedos com materiais recicláveis e mostrávamos um pouco da cultura do Brasil e do México”, relembra Johanna.

O olhar de admiração pelo Direito sempre esteve presente na vida de Johanna, que teve dois artigos aprovados para o 15º Congresso Brasileiro de Direito Internacional, que será em Florianópolis, em Santa Catarina, entre os próximos dias 30 de agosto e 02 de setembro.

Fluente no inglês, espanhol e francês, ela também já foi monitora da disciplina de “Processo Penal III” na FDV, onde atua como Diretora de Gestão de Pessoas da Empresa Júnior. Johanna, mesmo no nono ano da faculdade de Direito, já apresentou o Trabalho de Conclusão do Curso (TCC), com o tema “Reconhecimento jurídico internacional dos refugiados ambientais”.

Orgulho da família e incentivo aos estudos e projetosEstudante de Domingos Martins vai representar o Brasil em evento da ONU 02

Além da busca sempre por mais, Johanna conta com o apoio dos familiares, que desde pequena a incentivam em suas conquista e estão na expectativa por essa nova viagem ao México. Um exemplo disso é descrito pelas palavras de sua mãe, Gerusa Nazareth.

“A educação que foi dada durante todo esse tempo e o incentivo aos estudos geram uma satisfação muito grande. Isso para qualquer pai é um orgulho. A gente percebe que cumpriu a missão de pais. Esse sucesso dela e a dedicação não tem dinheiro que pague”, conta Gerusa.

Ela ainda fala sobre o futuro promissor que imagina para filha. “Johanna sempre teve esse lado humano enraizado, não é por acaso que escolheu o Direito Internacional. Tenho certeza de que ela não irá parar por aqui e que vai conquistar muito mais. Mesmo depois de formada, ela tem outras conquistas e o pensamento dela é voar longe”, complementa Gerusa.

A mãe de Johanna é conhecida no município por atuar, por vários anos, em cargos voluntários, como na presidência da Associação Comercial e Empresarial do município. Atualmente, ela é presidente da Fundação Hospitalar e de Assistência Social de Domingos Martins (Fhasdomar), entidade que é a mantenedora do hospital. “Aprendi a gostar de ações sociais vendo a atuação da minha mãe”, afirma Johanna.

PROJETOS FUTUROS – No final deste ano, Johanna se forma em Direito e já começa a traçar suas próximas aventuras. Tendo o Direito Internacional como foco, ela pensa em trabalhar nessa área, voltada principalmente para o lado do Direito Público em alguma organização, como a ONU.

De início, ela pensa em utilizar todo conhecimento que irá adquirir com o evento, para se capacitar e desenvolver algo aqui na Região Serrana. “Domingos Martins, por exemplo, é uma cidade com muita floresta, o que possibilita a ocorrência de desastres ambientais, como já ocorreu. Quero avançar nessa área e desenvolver estudos, que possam ser utilizados tanto aqui, como em várias regiões do Brasil”, conta Johanna.

Veja também

cultura-15-07-ft-div-festival-de-inverso-Vanessa-Damata

Assista como foi o primeiro final de semana do Festival de Inverno de Domingos Martins

agro-15-07-ft-divulgacao-queijo-Domingos-Martins

Domingos Martins tem queijo medalha de ouro em concurso nacional

brasil-15-07-ft-reproducao-arquivo-pessoal-portal-ig

Picada de aranha mata turista na Bahia e amigo da vítima acusa restaurante

mundo-15-07-ft-divulgacao-Roberto-Cardassi

Empresário brasileiro suspeito de dar golpe de R$ 160 milhões é detido em Portugal

mat-paga-15-07-mundo-aviator

Os Melhores Jogos Crash Online – Diversão e Lucros Garantidos

mat-paga-15-07-ft-istockiphoto

O Papel da Psicologia nas Apostas

esporte-15-07-ft-div-gov-es-ginastas-capixabas

Dupla capixaba da ginástica rítmica garante pódio por equipe em última competição antes da Olimpíada

saude-15-07-ft-div-SESA-cirurgia

Espírito Santo soma mais de 70 mil cirurgias eletivas realizadas neste ano