Deputado sugere restrição de tráfego de caminhões, faixas reversíveis e rotatória para desafogar a BR-262

Publicado em 14/02/2023 às 16:34

Compartilhe

Deputado-sugere-restricao-de-trafego-de-caminhoes-faixas-reversiveis-e-rotatoria-para-desafogar-a-BR-262

Fotos: Julio Huber e divulgação

Medidas para evitar as quilométricas filas na BR-262, principalmente aos finais de semana e feriados, entraram de vez na pauta de discussões entre órgãos estaduais e federais. A iniciativa do debate foi do deputado estadual Fabrício Gandini, que preside a Comissão Especial de Fiscalização aberta pela Assembleia Legislativa para discutir os gargalos da BR-262, BR-101 e Rodosol.

O deputado espera que algumas das sugestões sejam implantadas antes do período de maior fluxo na região de montanhas, que é o inverno, quando o movimento de turistas em busca da região é maior. Nesta terça-feira (14), Gandini disse que a rodovia deverá passar em breve por melhorias, que incluem a criação de faixas reversíveis, restrição do tráfego de caminhões pelo período de até 6 horas em dias de fluxo intenso e a construção de uma rotatória em Viana.

O parlamentar – que voltará se reunir na próxima quinta-feira (16) com representantes Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Secretaria de Estado da Mobilidade e Infraestrutura Urbana, Prefeitura de Domingos Martins e o senador Fabiano Contarato –, afirma que as mudanças estão previstas para ocorrer até o início do inverno, em 21 de junho.

“Na primeira reunião, discutimos algumas ideias que surgiram, mas não foram levadas adiante. Concluímos que precisamos ter uma solução imediata em alguns pontos, para que possamos desenvolver a cadeia do turismo, que é muito forte na Região Serrana e que está sendo prejudicada por conta da dificuldade de tráfego”, justificou Gandini.

Segundo ele, as três principais medidas estão sendo estudadas, sem uma ordem cronológica para ser executadas. A primeira delas, segundo Gandini, seria a abertura de uma janela – aos domingos e finais de feriados, de 5 a 6 horas por dia –, em que não poderiam circular caminhões na rodovia, para facilitar o fluxo.

“Trata-se de uma região montanhosa e os veículos pesados precisam reduzir muito a velocidade. Essa é uma das propostas que estão sendo analisadas pelo Dnit e pela PRF porque depende de operação e sinalização. Esse procedimento já existe em outros estados, como Minas Gerais. Mas, precisamos dialogar com o setor de cargas, para definir locais de parada e sinalização para os caminhoneiros. A decisão seria tomada após muito diálogo e alterações nas resoluções que normatizam o setor”, frisou o deputado.

De acordo com o parlamentar, outra ação seria construir faixas reversíveis em pontos da via nos momentos de maior fluxo, com o uso de cones, para aumentar os pontos de ultrapassagem onde a via oferece essa possibilidade.

“Seria contratada uma empresa que possa atuar aos domingos e feriados. Teríamos uma faixa que permitiria maior fluxo de ultrapassagens. Na subida, realmente, fica muito vazio. E seria uma forma de usar as faixas que já existem”, lembrou.

Gandini também explicou que foi discutida a possibilidade de transformar o cruzamento na entrada de Viana, que é também outro gargalo, numa rotatória, como existe hoje em Domingos Martins. “É claro, tomando todos os cuidados com os pedestres, que precisam ser contemplados neste projeto”, acrescentou.

Ele afirma que uma nova reunião será realizada nesta semana, para avaliar as possíveis soluções. “O Dnit e a PRF vão fazer os estudos técnicos para avaliar quais intervenções são viáveis. Destaco a importância da presença da Secretaria de Mobilidade e Infraestrutura Urbana do governo do Estado no grupo”, frisou, lembrando que outros segmentos estão sendo convidados a participar das discussões.

“Esses pontos estão sendo avaliados. O Dnit e a PRF estão mapeando as informações de fluxo. Vamos juntar essas informações para que possamos ter mais clareza se essas medidas vão surtir os efeitos desejados antes da duplicação, que sabemos que irá demorar”, destacou.

Fonte: Assessoria do deputado Fabrício Gandini

Veja também

saude-16-04-ft-div-gov-es

Ciatox realiza mais de 10 mil atendimentos em um ano no Espírito Santo

geral-16-04-ft-gv-es

Escola de Cachoeiro de Itapemirim inicia projetos com robótica educacional

brasil-16-04-freepik

Professores universitários estão mobilizados no Rio para definir greve

geral-16-04-pmmf

Pavimentação de estradas avança em Marechal Floriano

geral-16-04-freepik-2

Começou o prazo para solicitar isenção da taxa de inscrição do Enem

geral-16-04-freepik

Participantes do programa Pé-de-Meia têm direito à isenção no Enem

geral-15-04-ft-div-gov-es-1

Regional de Domingos Martins abre Jogos Escolares do Espírito Santo

WhatsApp-Image-2024-01-24-at-13.56.47-2

Todos somos seres humanos