Associação de Soído de Baixo doará materiais ao hospital de Campinho

Publicado em 03/02/2017 às 18:13

Compartilhe

R$ 50 mil. Este é o valor em cédulas que servirá para a compra de materiais para serem doados pela Associação de Mordedura de Cobras, de Soído de Baixo, Marechal Floriano, ao Hospital e Maternidade Dr. Arthur Gerhardt (HMAG), localizado em Campinho, sede de Domingos Martins.

O material, que ainda será comprado, será conhecido durante um encontro entre diretores das duas entidades na próxima terça-feira (17), em Domingos Martins. “Ofertaremos o material necessário à instituição hospitalar, que já realiza levantamentos das necessidades para atender bem à população”.

Associação de Soído de Baixo doará materiais ao hospital de Campinho 2A afirmação é do presidente da Associação de Mordeduras de Cobras, Amarílio Klein. Ele informa que são quatro mil os associados da entidade, que na maioria são lavradores e moradores em Marechal Floriano, Domingos Martins, Viana e Venda Nova do Imigrante.

Klein afirma que todos os associados buscam a saúde e contribuem anualmente com R$ 13,00 para terem o atendimento caso sejam atacados por cobras, como a jararaca, espécie das mais perigosas que ocorre na região. “A diretoria do hospital de Campinho definirá o que é preciso comprar com R$ 50 mil”.

Além disso, segundo Klein, a Associação de Mordeduras de Cobras que recebe R$ 13 anuais de cada produtor, reembolsa ao hospital a quantia de R$ 500 pelo atendimento por cada pessoa atacada por cobras. “Garantimos também o transporte da pessoa ofendida pelo animal peçonhento no valor de R$ 200,00 até a unidade hospitalar”, disse.

Neste ano, segundo Klein, três lavradores foram atacados por cobras venenosas em Domingos Martins e Venda Nova do Imigrante. “Todos os procedimentos foram cumpridos e as pessoas picadas já se encontram nas suas propriedades”, disse.

Veja também

fungo-se-adapta-ao-calor-corporal

Fungos estão se adaptando ao calor corporal, diz estudo

dia-de-sol-22-11-freepik

Veja a previsão do tempo de hoje (22/07/2024)

onda-de-calor

Ondas de calor e veranicos: Diferenças, impactos e cuidados

cafeicultura-sustentaavel

Cafeicultura sustentável torna Seguro Rural mais barato

exportacao-de-abacate

Capixaba exporta abacate para a Argentina

Programa-Retomada-de-Obras-da-Saude

Ministério facilita a entrega de documentação para o Programa Retomada de Obras da Saúde

producao-de-mudas-in-vitro

Saiba como é a produção de mudas in vitro

62-dos-navios-para-exportacao-de-cafe-registram-atrasos-em-junho

62% dos navios para exportação de café registram atrasos em junho