Defensor Público em Breves, Pará.

Nosso Direito

A atuação pontual do Defensor Público no Juizado

Publicado em 10/11/2021 às 11:05

Compartilhe

Colunas-Montanhas capixabas-Nossos_direitos

Em função do excesso de demanda, é uma prerrogativa institucional dos Defensores Paraenses somente atuar na Defensoria Pública em ações acima de 20 salários-mínimos ou em grau de recurso, caso o necessitado deseje recorrer ou responder a um recurso.

Portanto, atuamos pouco na Defensoria aqui na cidade de Breves.

Entretanto, recentemente, três dias antes da audiência designada, fomos procurados por um servidor público que queria se defender em ação de indenização por danos materiais e morais movida por seu irmão. A famosa briga de família.

O primeiro critério por mim adotado foi identificar se o referido servidor se enquadra no perfil de atendimento pela Defensoria Pública, ou seja, renda abaixo acima de 3 salários-mínimos, já que pelo excesso de demandas e pelo escasso número de Defensores não conseguimos atender a todos. Aí começou uma via crucis, pois o portal da transparência do Município onde trabalha o referido servidor somente contém informações até meados do ano passado. O referido servidor apresentou contra-cheque do início deste ano que acabei aceitando, preparando, na antevéspera da audiência à noite, a referida contestação, depois de meu assessor já haver colhido as informações do assistido para a resposta, pois eu estava em atendimento, baixar o processo e me enviar por email, para eu analisar a petição inicial, pois a minha internet não entrava no sistema do processo eletrônico.

Item considerado quase obrigatório no mundo de hoje, a internet é bem deficiente aqui. Não dá para ter segurança, por exemplo, de conseguir entrar no PJE (Processo Judicial Eletrônico), sistema adotado pelo Poder Judiciário Paraense, à noite para visualizar ou baixar um processo, ou para protocolar uma peça.

Enfim, defesa pronta e assistência atendida.

Concluindo, atuar no Juizado para um Defensor Público no interior do Pará ocorre normalmente de forma surpresa, corrida, tendo ainda de lidar com as intercorrências de uma precária internet.

Jairo Maia Júnior é Defensor Público no Pará

—————————————————————————-

Este espaço é dedicado a todos os escritores, fotógrafos, pintores, escultores e artistas da região das montanhas capixabas.
Caso você tenha interesse em publicar seu trabalho aqui, favor enviar seu material, com o assunto “Coluna Arte nas Montanhas”, para: [email protected]

Veja também

© Ale Cabral/CPB/Direitos Reservados

Medalhistas prestigiam Festival Paralímpico, que ocorre neste sábado

© Leonardo Moreira/FEC/Direitos Reservados

Fortaleza se classifica para sua primeira Libertadores

© Marcelo Cortes/Flamengo/Direitos Reservados

Vice-campeão Flamengo empata com rebaixado Sport em Recife

© José Tramontina/athletico.com.br/Direitos Reservados

Athletico-PR derrota Cuiabá na Arena da Baixada e se afasta do Z4

107879

Comissão da Câmara faz audiência na quarta sobre piso para enfermagem

© 28/10/2021_Fernando Frazão/Agência Brasil

Covid-19: estado do Rio está com risco muito baixo pela segunda semana

© Marcello Casal jr/Agência Brasil

Covid-19: Brasil registra 22 milhões de casos e 615,4 mil óbitos

© Carol Morelli/Arquivo Pessoal

Quarteto feminino bate recorde mundial de natação master

Últimos artigos de Nosso Direito

A atuação pontual do Defensor Público no Juizado

A vida como Defensor Público na maior ilha fluvial do mundo

Quem tem razão?

A melhor forma de arruinar a vida dos filhos e dos netos

Os relacionamentos da sociedade moderna