Taekwondo capixaba poderá ganhar árbitro internacional da modalidade

Publicado em 26/02/2021 às 19:11

Compartilhe

Os professores que disputam a modalidade taekwondo estão eufóricos, especialmente de Marechal Floriano e Domingos Martins, além de outros municípios capixabas, que terão ao dispor um árbitro e técnico internacional à disposição. O mestre Ramim Soghayni, do Iran, está em visita nas duas cidades onde conheceu os mestres locais.

Taekwondo capixaba poderá ganhar árbitro internacional da modalidadeEm Marechal Floriano, o mestre em taekwondo Donato Alencar acredita que o fato de a região possuir um árbitro internacional da modalidade de luta que pratica poderá contribuir bastante para o crescimento do taekwondo na região montanhosa do Estado, principalmente onde ele pretende se afixar.

“Ele vem do Iran e acredito que a sua presença nas nossas escolas de taekwondo servirá para produzir mais qualidade desse esporte que tanto prezamos e pretendemos sempre contribuir com as comunidades, nos mantendo sempre nas competições no Brasil onde já conseguimos destaque”, disse o mestre Donato.

Para o mestre Pedro Paulo, a vinda do professor internacional para o Espírito Santo servirá para desenvolver o trabalho local como mestre. “Recebemos uma visita ilustre do árbitro que também é mestre da modalidade esportiva que tanto prezamos e por isso acredito em maior desenvolvimento do nosso trabalho”.

Veja também

© Reprodução Twitter/Bangu Atlético Clube

São Paulo autoriza volta do público aos estádios a partir de outubro

© Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Rio entra em risco moderado de transmissão da covid-19

97727

Gasolina fica mais cara em 18 estados após atualização do governo

97725

Abono do PIS/Pasep vai aumentar em 2022; simule quanto você vai receber

97723

INSS: pagamento de até um salário mínimo começa nesta sexta-feira (24)

97721

INSS: prazo para fazer prova de vida acaba em menos de uma semana

97719

Tempestade Sam ganha força e deve se tornar furacão nesta sexta-feira, nos EUA

2309-unplash

Como a Covid 19 afeta a educação dos alunos?