Policiais militares do Espírito Santo participam da 1º edição do Curso De Atendimento Pré-Hospitalar Tático no Distrito Federal

Publicado em 20/11/2021 às 12:44

Compartilhe

Curso-De-Atendimento-Pre-Ho

Texto e fotos: Assessoria de Comunicação da PMES

Na última semana, seis policiais militares da PMES participaram da 1° Edição do Curso de Atendimento Pré-Hospitalar (APH) Tático – Nível Básico, para profissionais de segurança pública, promovido e coordenado pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) do Ministério da Justiça e Segurança Pública. O evento contou com a aula inaugural no Palácio da Justiça, em Brasília/DF, e as demais instruções no Batalhão Escola de Pronto Emprego (BEPE) da Força Nacional de Segurança Pública, no Gama/DF.

O curso foi destinado a policiais militares, civis e federais dos estados do Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Distrito Federal, Amapá e Alagoas, além de outros policiais mobilizados pela Força Nacional. O Espírito Santo foi representado pelos capitães Celso Luiz do Carmo Filho, Rogério da Costa Schenerocke e Thales Gustavo Pereira Matias Vaz; pelos 1° tenentes Rafael Santana da Silva e Jun San Lee; e pelo subtenente Luiz Renato Dias da Neiva.

Voltado, preferencialmente, para profissionais empregados nas atividades cotidianas e rotineiras de Segurança Pública, o curso tem como objetivo capacitá-los para executarem manobras e procedimentos emergenciais necessários à minimização do trauma e de seus efeitos fisiopatológicos, visando o socorro próprio ou de outro operador da segurança pública vitimado ainda no ambiente profissional, em treinamentos ou no exercício da função.

Na oportunidade, foram ministradas diversas instruções que norteiam os princípios do Atendimento Pré-Hospitalar Tático – o Atendimento sob Confronto Armado, o Atendimento no Campo Tático e a Evacuação Tática, com a exposição teórica do assunto, bem como a realização de oficinas simuladas, quando os alunos colocaram em prática os conhecimentos adquiridos sobre o protocolo MARCH, doutrina difundida pelo Ministério de Justiça e Segurança Pública no atendimento pré-hospitalar.

Os policiais formados estão aptos a realizarem o controle de hemorragias maciças, através de compressão direta, aplicação de torniquetes, curativos hemostáticos e bandagens; o controle das vias aéreas, por meio da desobstrução do trato respiratório superior; o controle da respiração, através da verificação e cuidados de ferimentos do trato respiratório inferior; o controle de circulação e choque; bem como prevenir a hipotermia com a utilização de mantas e fontes de calor instantâneo. Do mesmo modo, os discentes tiveram a oportunidade de aprender e executar diversos tipos de Evacuação Tática através de viaturas policiais, veículos blindados, através de helicóptero e a pé.

“A realização deste curso é um marco histórico para as instituições integrantes do Sistema Único de Segurança Pública (SUSP), uma vez que visa unificar todos os procedimentos através da Diretriz Nacional de APH Tático, fomentar diversas outras capacitações acerca do tema, bem como a padronização técnica e a aquisição de equipamentos e materiais de APH Tático para os membros da Segurança Pública do Brasil. Vale ressaltar ainda que os policiais militares concludentes do curso poderão multiplicar e difundir o conhecimento adquirido para toda a PMES, e conforme as oportunidades surgirem, continuarem a especialização nos demais níveis do APH Tático”, explicou o capitão Celso, que obteve o terceiro lugar geral no curso.

Veja também

© Washington Alves/COB/Direitos Reservados

Basquete: Brasil derrota Chile nas Eliminatórias da Copa do Mundo

© Marcello Casal JrAgência Brasil

Covid-19: ministro anuncia proibição de voos oriundos de seis países

© Felipe Oliveira/EC Bahia/Direitos Reservados

Brasileiro: Bahia derrota Grêmio por 3 a 1 e deixa Z4

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Não há casos da nova variante identificados no Brasil, diz ministério

© Fernando Brito/MS

Fiocruz pede inclusão de BioManguinhos como produtor de IFA nacional

106933

Chineses ignoram governo e usam criptomoedas para mandar dinheiro para o Japão

106931

INSS: Normas temporárias para concessão de auxílio é constitucional, decide STF

106929

Campos Neto diz que inflação vai melhorar a partir de 2022