Petrobras confirma dividendos de até US$ 70 bilhões entre 2022 e 2026; entenda

Publicado em 30/11/2021 às 16:51

Compartilhe

107384


source
Petrobras (PETR3 e PETR4) aumenta o preço da gasolina nas refinarias

Nesta semana, a Petrobras (PETR3 e PETR4) confirmou que pretende pagar um valor entre US$ 60 bilhões e US$ 70 bilhões em dividendos até o ano de 2026. O comunicado foi antecipado por Rodrigo Araújo, diretor Financeiro da empresa, durante a apresentação do Novo Plano de Negócios a Investidores.

Portanto, a estatal afirma que as expectativas divulgadas sobre o montante de dividendos não equivalem a um Fato Relevante. Afinal, a previsão está de acordo com a Nova Política presente no Plano Estratégico (PE) 2022-2026 .

Leia Também

Nova política de dividendos

Segundo a nova política de distribuição de dividendos, o estatal deve pagar uma quantia mínima anual de US$ 4 bilhões quando o preço médio do petróleo Brent for superior a US$ 40. Isso independente do nível de endividamento da empresa.

Além disso, a remuneração será equivalente tanto para ações ordinárias quanto preferenciais. No entanto, caso a dívida bruta seja igual ou inferior US$ 65 bilhões, a Petrobras pagará aos seus acionistas 60% da diferença entre o fluxo de caixa operacional e os investimentos.

Leia Também

Saiba mais em 1Bilhão , parceiro do iG.

Veja também

© 01/09/2021/Rovena Rosa/Agência  Brasil

Covid-19: Brasil registra 259 mortes e 83,3 mil novos casos

© Érico Filipe/EBC

Queiroga diz que prioridade é ampliar vacinação contra covid-19

© Lucas Figueiredo/CBF/Direitos Reservados

Eliminatórias: Brasil inicia preparação para jogo contra Equador

© Arquivo/Valter Campanato/Agência Brasil

STF determina prisão domiciliar para Roberto Jefferson

114082

Bolsonaro troca social por eleitoral no Orçamento, dizem especialistas

© Tony Heff

Surfe: Medina anuncia que não disputará 1ª etapa do Circuito Mundial

© REUTERS/Alberto Lingria/direitos reservados

Técnico Roberto Mancini convoca brasileiros para a seleção Italiana

© Matsui Mikihito/CPB/Direitos Reservados

Coluna – Pandemia ainda desafia planejamento do ciclo paralímpico