Orçamento secreto: Randolfe comemora decisão do STF: “vitória da transparência”

Publicado em 09/11/2021 às 19:50

Compartilhe

104234


source
Randolfe comemora decisão do STF:
Reprodução: iG Minas Gerais

Randolfe comemora decisão do STF: “vitória da transparência”

Após o STF formar maioria contra a execução das emendas do orçamento secreto nesta terça-feira, deputados e senadores oposicionistas comemoram a decisão nas redes sociais. Líder da oposição na Câmara, o deputado Alessandro Molon (PSB-RJ) comemorou no Twitter. ” Vitória da democracia, da República, da transparência, do bom uso do dinheiro público. É isso que significa a decisão do STF de hoje.”

Na mesma linha, os senadores Randolfe Rodrigues (REDE-AP), que foi vice-presidente da CPI da Covid, e Renan Calheiros (MDB- AL), relator da CPI da Covid, também parabenizaram o Supremo Tribunal Federal. ”Uma vitória, sobretudo, do povo! (…) Governo e Congresso devem adotar medidas de TRANSPARÊNCIA e publicidade. Grande dia!”, publicou Randolfe. Na sua conta do Twitter, Renan comenta sobre a confiança no STF. ”Sempre confiei que o STF cumpriria seu papel de guardião da Constituição”.

Leia Também

Por outro lado, congressistas da ala do governo criticaram a decisão do Supremo. Defensor da PEC dos Precatórios, o deputado federal e líder do governo na Câmara dos Deputados, Ricardo Barros (PP-PR), disse que ”decisão do STF sobre as emendas de relator é mais uma expressão do ativismo político do poder judiciário”. O vice-líder do governo no Congresso, Marcos Rogério ((DEM-RO), publicou no Twitter que a votação do STF é para ”chancelar a decisão da ministra Rosa Weber de interferir em outro Poder da República”.

Dos dez ministros, seis votaram para validar a liminar concebida pela ministra Rosa Weber, que suspendeu os pagamentos da emenda do relator na última sexta-feira (5). Os ministros Alexandre de Moraes, Ricardo Lewandowski, Cármen Lúcia, Luís Roberto Barroso e Edson Fachin acompanharam o voto de Weber. Ainda faltam votar os ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Nunes Marques e o presidente do STF, Luiz Fux.

Veja também

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Covid-19: país tem 22,1 milhões de casos e 615,5 mil mortes

107939

Subida dos juros deve provocar desaceleração na economia, diz Guedes

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Ministério oferece mais de 21,5 mil vagas para Médicos pelo Brasil

107935

Em relatório preliminar, deputado destina R$ 16,2 bilhões para orçamento secreto

107933

Nova proposta de reforma trabalhista quer proibir motoristas de app na CLT

107931

Pais de autor de massacre em escola de Michigan são presos

107929

Biden e Putin farão reunião sobre tensões na Ucrânia

© Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Brasileiros devem redobrar cuidados no verão contra câncer de pele