Número de famílias beneficiárias da Tarifa Social pode dobrar em 2022

Publicado em 13/10/2021 às 16:51

Compartilhe

100254


source
Número de famílias beneficiárias da Tarifa Social de Energia Elétrica pode dobrar em 2022 e chegar a 24 milhões
Fernanda Capelli

Número de famílias beneficiárias da Tarifa Social de Energia Elétrica pode dobrar em 2022 e chegar a 24 milhões

O número de famílias beneficiárias da Tarifa Social de Energia Elétrica , programa que dá descontos nas contas de luz para pessoas de baixa renda, pode dobrar em 2022 e chegar a 24 milhões, segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Atualmente, 12,3 milhões de famílias são atendidas pelo programa, mas ainda há outras 11,5 milhões que se encaixam nos critérios e podem ser incluídas na Tarifa Social a partir do ano que vem, quando as distribuidoras de energia terão que incluir automaticamente na lista de beneficiários as pessoas que estão no Cadastro Único (CadÚnico) ou que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Têm direito à Tarifa Social de Energia Elétrica famílias inscritas no CadÚnico com renda familiar per capita menor ou igual a meio salário mínimo (R$ 550), famílias inscritas no CadÚnico com renda mensal de até três salários mínimos (R$ 3.300) e que tenham entre seus membros uma pessoa com alguma doença ou deficiência cujo tratamento exija aparelhos que demandam energia elétrica e idosos a partir de 65 anos ou pessoas com deficiência que recebam o BPC.

O desconto da Tarifa Social de Energia Elétrica varia de 10% a 65%, de acordo com o consumo mensal de cada família, com limite de até 220 quilowatts-hora (kWh) por mês. Famílias indígenas e quilombolas inscritas no Cadastro Único também têm direito ao desconto, que, nesses casos, vai até 100%, com limite de consumo de até 50 kWh/mês.

Atualmente, para poderem se cadastrar na Tarifa Social, as famílias devem se dirigir à distribuidora de energia elétrica que atenda as suas residências. Mas, uma lei sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em setembro determina que, a partir de 2022, esse cadastro será automático. Nesta quarta-feira (13), a Aneel aprovou a abertura de uma consulta pública para regulamentar essa medida.

Veja também

© Pedro Souza/Atlético/Direitos Reservados

Já campeão, Atlético-MG recebe Bragantino em reencontro com torcida

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Covid-19: país tem 22,1 milhões de casos e 615,5 mil mortes

107939

Subida dos juros deve provocar desaceleração na economia, diz Guedes

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Ministério oferece mais de 21,5 mil vagas para Médicos pelo Brasil

107935

Em relatório preliminar, deputado destina R$ 16,2 bilhões para orçamento secreto

107933

Nova proposta de reforma trabalhista quer proibir motoristas de app na CLT

107931

Pais de autor de massacre em escola de Michigan são presos

107929

Biden e Putin farão reunião sobre tensões na Ucrânia