Novembro Azul: câncer de próstata também pode atingir os pets; saiba como evitar

Publicado em 09/11/2021 às 06:50

Compartilhe

104022


source
Câncer de próstata em cães pode ser diagnosticado precocemente com ida periódica ao veterinário
Matheus Campos

Câncer de próstata em cães pode ser diagnosticado precocemente com ida periódica ao veterinário

Todo mês de novembro, a campanha “Novembro Azul” visa conscientizar os homens para a importância de realizar os exames que detectam o câncer de próstata, mas pouca gente sabe que cães e gatos também podem ser vítimas desse mal. Esse tipo de doença é visto com menor frequência nos pets, mas um diagnóstico precoce é imprecíndivel para tratar a doença nos pets. 

Segundo o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), o câncer de próstata incide com mais frequência os cães do que em gatos, além de ser mais comum em animais a partir de seis ou sete anos de idade. Clarisse Teixeira, especialista em Oncologia do Hospital Veterinário Taquaral, em Campinas, afirma que estudos sugerem que machos não castrados são mais predispostos ao desenvolvimento desse tipo de neoplasia.

“Pesquisas indicam que a ocorrência de câncer de próstata em machos castrados é reduzida, enquanto não castrados, e inclusive cães com comportamento biológico agressivo, a incidência é maior, podendo apresentar metástases em linfonodos que se situam na região da próstata, pulmões e ossos”, pontua.

Ela ainda argumenta que algumas afecções podem levar ao desenvolvimento de neoplasias prostáticas, como por exemplo, hiperplasia prostática benigna, prostatites e cistos. Para a hiperplasia prostática benigna, a prevenção e o tratamento consistem na castração.

Já a médica veterinária Daniela Formaggio destaca que o diagnóstico precoce amplia consideravelmente as chances de cura. “Visitas periódicas ao médico veterinário, com a realização de exames de imagem e de sangue de forma preventiva, podem fazer toda diferença para a descoberta do tumor ainda no início, o que facilita o tratamento e aumenta as chances de restabelecimento”, explica.

Clarisse completa que, mesmo castrados, cães e gatos podem desenvolver câncer de próstata. Dessa forma, idas frequentes ao veterinário são essenciais, principalmente em animais acima de cinco anos de idade.

Leia Também

De olho nos sinais

Alguns sintomas indicam que a próstata do animal pode estar comprometida e o tutor pode ficar de olho para identificar o que está acontecendo. Dificuldade para urinar ou defecar, por exemplo, podem ser um dos sintomas da doença, além de perda do apetite, urina com sangue e fezes em formato irregular.

Daniela frisa que, em estágios mais avançados da doença, pode-se notar dificuldade de locomoção, devido à presença de metástase. Isso acontece porque há uma compressão da medula espinal e em ossos como fêmur e tíbia. Além disso, em casos de metástase pulmonar, os pets podem apresentar intolerância ao exercício e dificuldade respiratória.

Tratamentos

As especialistas explicam que o tratamento para o câncer de próstata consiste em cirúrgia na próstata, radioterapia transcirúrgica e quimioterapia, todos conduzidos por médicos veterinários.

Clarisse destaca que a imunoterapia tem sido empregada como terapia a neoplasias de próstata em humanos e utilizada no tratamento de adenocarcinoma prostático em cães.

“Infelizmente, o prognóstico ruim desta afecção pode ser atribuído, em parte, ao diagnóstico tardio. Geralmente já há ocorrência de metástases quando o animal é levado ao consultório. Por isso, grande parte do tratamento utiliza drogas visando manter o máximo de tempo possível a qualidade de vida do animal”, enfatiza a veterinária.

Fonte: IG PET

Veja também

107068

Baleia Rossi defende emendas de relator, mas admite necessidade de transparência

A-atividade-fisica-contribui-na-qualidade-de-vida-e-na-longevidade

A atividade física contribui na qualidade de vida e na longevidade

terremoto-no-peru-28112021085412103

Terremoto de magnitude 7,5 atinge o Peru e é sentido no Brasil

Escolas-das-montanhas-sao-premiadas-pelo-projeto-Escola-que-Colabora

Escolas das montanhas são premiadas pelo projeto Escola que Colabora

107050

Covid-19: o que se sabe até agora da variante Ômicron

Patrulha-Rural-das-montanhas-e-destaque-em-evento-nacional-de-seguranca-publica-2

Patrulha Rural das montanhas é destaque em evento nacional de segurança pública

© Marcello Casal JrAgência Brasil

Anvisa atualiza lista de restrições de voo para países da África

© Rovena Rosa/Agência Brasi

Pesquisa busca voluntários para testar tratamento para câncer de pênis