Motoristas confusos com nova sinalização no trânsito em Domingos Martins e Marechal Floriano

Publicado em 11/06/2017 às 10:59

Compartilhe

As vias das sedes dos municípios de Domingos Martins e Marechal Floriano sofreram mudanças nas demarcações das faixas e ganharam novas placas durante o mês de maio. Algumas destas modificações foram questionadas por moradores das duas cidades, que percebem que o trânsito está confuso e que multas estão sendo confeccionadas sem antes serem feitas campanhas educativas para que os motoristas se adaptassem às mudanças.

A reportagem do jornal O Noticiário andou pelas ruas do centro dos dois municípios e também conversou com moradores e comerciantes que trafegam com frequência nestes locais.

Em Domingos Martins, foram vistas algumas placas que demarcam um espaço de carga e descarga, localizadas em uma área que possui garagens. Em outro ponto, uma placa estava tapada com um saco plástico na cor preta. As demarcações na pista, em alguns pontos, também estão apagadas, gerando confusão em parte dos motoristas.

Uma comerciante da sede, que pediu para não ser identificada, disse que uma placa da Avenida Presidente Vargas foi instalada no final de um dia, e na manhã do dia seguinte, ela já havia sido multada. “E a placa ainda estava colocada de forma errada, virada para a rua. As faixas na pista também não estão visíveis”, relatou.

O problema e as reclamações também se repetem na sede de Marechal Floriano, na qual os alvos são as demarcações das vias e a colocação de algumas placas, que segundo alguns motoristas, acabam gerando confusão durante a condução dos veículos.

MUDANÇAS FEITAS PELO DETRAN – Procuradas pela reportagem, as prefeituras das duas cidades responderam, por meio de notas, aos questionamentos feitos pelos moradores, através de suas respectivas assessorias de imprensa.

A administração de Domingos Martins informou que a cidade está em processo de mudança na sinalização horizontal e vertical do trânsito. “Neste período, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-ES) está em fase inicial de execução de um projeto que foi desenvolvido junto com a comunidade, através da comissão de trânsito”, informou a nota. A Prefeitura diz que o trânsito não é municipalizado, portanto, cabe ao Detran a execução de toda sinalização.

A assessoria também informa que o órgão conta com uma equipe de profissionais capacitados para lidar com o trânsito em todo o Estado. O projeto passará por uma revisão após sua conclusão e novos estudos e modificações não estão descartados, pois mudanças que aconteceram após a aprovação do projeto, como garagens e edificações, serão revistas para adequação.

A nota ainda ressalta que o prazo para execução do projeto é de 60 dias, podendo ser estendido mediante a condição climática. O projeto abrange mudanças com o objetivo de maximizar a segurança da população e o aumento das vagas de estacionamento na cidade.

A nota finaliza dizendo que equipe do Detran está em parceria com a Prefeitura e com a Polícia Militar para realizar o trabalho, buscando minimizar os impactos e transtornos no dia a dia da população.

Já em Marechal Floriano, a assessoria informou que as mudanças que estão ocorrendo no trânsito, no centro, são gerenciadas pelo Detran, com sede em Vitória. Pinturas de faixas, locais de estacionamento e alterações no sentido de tráfego são definições operacionais do Detran.

A assessoria também afirma que algumas modificações e marcações já realizadas serão revistas, corrigidas e que qualquer solicitação, sugestão ou reclamação em relação ao trânsito deve ser protocolada na Prefeitura, em nome da Secretaria de Obras e Serviços Urbanos.

A nota é finalizada ressaltando que o Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) de Marechal Floriano não está ligado a essas mudanças, que são gerenciadas pelo Detran, em Vitória.

Polícia Militar fiscaliza motoristas que desrespeitam a sinalização

Em Marechal Floriano e em Domingos Martins, o trabalho de notificação dos motoristas que estacionam em locais irregulares é realizado pela equipe de Polícia Militar. Segundo o major Wellingthon Nalesso Denadai, comandante da 6ª Companhia Independente, essas mudanças no trânsito foram definidas, por meio de audiências públicas, que contaram com a participação da população.

“Aconteceram várias audiências públicas com a população também, onde representantes de vários segmentos participaram. Na verdade, o que está sendo feito agora é a implementação do projeto pelo Detran. Nós somos responsáveis pelas notificações, as multas são com o Detran. Estamos por conta da fiscalização do trânsito”, conta o major.

Em relação ao questionamento de alguns moradores, de que as notificações não acontecem nos finais de semana, o major nega essa informação. “A sinalização é única, tanto para finais de semana como para dias úteis. Essa informação não procede. Não é porque é um fim de semana, que o cidadão pode parar onde é proibido estacionar”, rechaça Denadai.

O major também explica que cada local tem uma demarcação e que, em alguns pontos, não é necessária a presença das sinalizações verticais e horizontais. Segundo ele, em cada local existe uma sinalização adequada para o espaço, como em uma esquina, onde de acordo com o major, não é preciso ter placa dizendo que o cidadão não pode estacionar, pois isso é lei.

“O número de notificações que a gente faz está dentro do padrão permitido, só que a gente vê, no dia a dia, que muitas vezes o cidadão não observa a via e simplesmente para o carro, como acontece na rua próxima ao hospital, em Domingos Martins, que possui três placas, mas as estatísticas mostram que foram muitas notificações feitas ali”, conta o comandante do 6º CIA da PM.

Ele finaliza ressaltando que o objetivo do trabalho não é de multar as pessoas. “Na verdade, nós não temos intenção nenhuma de multar e notificar o cidadão, só que infelizmente muitos estacionam em qualquer lugar. As notificações, quando são feitas, seguem um critério e a gente tenta, na medida do possível, pedir para pessoa retirar o veículo. É preciso se conscientizar, pois quando não tem uma vaga, o motorista deve procurar um local que esteja autorizado para o estacionamento. A gente vê, às vezes, que as pessoas param o carro em qualquer lugar”, lembra Denadai.

Veja também

centro-cirurgico

Centro Cirúrgico 2.0: projeto para otimizar processos e garantir agilidade a quem precisa de cirurgia pelo SUS capixaba

ministerio-da-saude

Ministério da Saúde já realizou mais de 2.600 atendimentos à estados e municípios

selo-artesanal

Curso sobre Selos de Identificação Artesanal será realizado em julho

Em-apenas-7-meses-Mapa-alcanca-recorde-anual-de-aberturas-de-mercado

Em apenas 7 meses, Mapa alcança recorde anual de aberturas de mercado

pao-e-produto-alcoolico

Marcas de pão de forma deveriam ter alerta de produto alcoólico

qualificacao-de-turismo

Programa de Qualificação para o Turismo oferece novas oportunidades

inscricao-para-nossa-bolsa

Governo do Estado divulga lista com suplentes às vagas oferecidas pelo Programa Nossa Bolsa 2024/02

nota-premiada

Fique ligado: dia 18 de julho tem sorteio do Nota Premiada Capixaba!