Missas de Finados com celebrações no interior das Igrejas Católicas

Publicado em 01/11/2021 às 11:20

Compartilhe

WhatsApp-Image-2021-11-01-at-10.24.41

Texto: Roberly Pereira / Fotos: Roberly Pereira

Atendendo aos direcionamentos corretos para evitar a contaminação da Covid-19, a Paróquia de Sant’Ana, em Marechal Floriano, coordenará as celebrações das missas no Dia de Finados, que será amanhã (02), em várias igrejas, obedecendo aos requisitos essenciais para evitar a contaminação pelo coronavírus.

Na entrada das igrejas será observado o uso da máscara, do álcool gel nas mãos e obediência aos distanciamentos entre todas as pessoas. O pároco Marcos Brito e o padre José Raj estarão, a partir de 8 horas de amanhã na matriz de Sant’Ana e, neste mesmo horário, em Todos os Santos, município de Guarapari.

A partir das 10 horas, os dois padres irão celebrar nas igrejas de Bom Jesus e de São Bento de Urânia e, às 15 horas, eles viajarão para Victor Hugo e neste mesmo período, seguem para Nossa Senhora Auxiliadora, a partir das 16 horas. A derradeira Missa de Finados neste dia será celebrada às 18 horas, em Aparecida, Alfredo Chaves.

Durante as celebrações, segundo o pároco Marcos Brito, serão distribuídos panfletos da Igreja Católica com os dizeres “Razões para Rezar pelos Mortos” que explicam com fidelidade os fundamentos. “O Dia de Finados é totalmente explicado pelo panfleto”, afirma o pároco.

Veja também

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Covid-19: país tem 22,1 milhões de casos e 615,5 mil mortes

107939

Subida dos juros deve provocar desaceleração na economia, diz Guedes

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Ministério oferece mais de 21,5 mil vagas para Médicos pelo Brasil

107935

Em relatório preliminar, deputado destina R$ 16,2 bilhões para orçamento secreto

107933

Nova proposta de reforma trabalhista quer proibir motoristas de app na CLT

107931

Pais de autor de massacre em escola de Michigan são presos

107929

Biden e Putin farão reunião sobre tensões na Ucrânia

© Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Brasileiros devem redobrar cuidados no verão contra câncer de pele