Médico é multado após abandonar cirurgia para almoçar no carro e pegar no sono

Publicado em 28/10/2021 às 19:50

Compartilhe

102594


source
Cirurgião foi punido pelo ato
Piron Guillaume / Unsplash

Cirurgião foi punido pelo ato

Em Boston, nos Estados Unidos , um médico abandonou um paciente em uma sala de cirurgia para almoçar em seu carro e acabou dormindo. Tony Tannoury, chefe de cirurgia de coluna vertebral do Boston Medical Center, admitiu ao Conselho de Registro em Medicina de Massachusetts ter perdido a cirurgia de emergência de tornozelo, que ocorreu em novembro de 2016, segundo o jornal The Boston Globe anunciou nessa quarta-feira (27).

Tannoury, que levou o paciente para a sala de  cirurgia como o médico responsável, saiu do hospital, “comprou algo para comer em seu carro estacionado e adormeceu no veículo”, de acordo com um consentimento divulgado na segunda-feira (25).

O cirurgião de 54 anos retornou ao hospital somente no dia seguinte e outro médico, que deveria apenas supervisionar o procedimento, precisou realizar a cirurgia. 

Tannoury foi multado em US$ 5.000 (cerca de R$ 282.285) por minar a “confiança do público na integridade da profissão médica”, segundo a decisão. Ele também foi obrigado a concluir cursos de “profissionalismo”, e revisar os regulamentos para supervisores.

“O resultado cirúrgico foi positivo”, disse uma porta-voz do hospital ao jornal. Além disso, o paciente foi isento de todas as taxas da operação.

Fonte: IG Mundo

Veja também

107583

Jovem deixa a faculdade e decide virar nômade: “Infinitas possibilidades”

© Thais Magalhães/CBF/Direitos Reservados

Seleção feminina encerra temporada com título do Torneio de Manaus

© Samara Miranda/Remo/Direitos Reservados

Copa Verde: Paysandu e Remo empatam em clássico de tempos distintos

© Reuters/Carlos Osorio/Direitos Reservados

Pfizer: 1 milhão de doses chegam ao Brasil hoje

107575

Mega-Sena sorteia R$ 11 milhões nesta quarta; confira as dezenas

107573

EUA têm 10 milhões de vagas, mas não despertam interesse; entenda o porquê

© Edilson Rodrigues/Agência Senado

Plenário do Senado aprova indicação de André Mendonça ao STF

© ONU/Unaids/Divulgação

Atos no Rio marcam Dia Mundial de Luta contra a Aids