Governo do Estado lança plataforma ‘Acessa e Confia’ para atendimento de pacientes

Publicado em 25/06/2022 às 06:00

Compartilhe

Governo-do-Estado-lanca-plataforma-‘Acessa-e-Confia-para-atendimento-de-pacientes

O Governo do Estado lançou a plataforma “Acessa e Confia”, que será utilizada por profissionais da Atenção Primária à Saúde e da atenção especializada para atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) capixaba. O lançamento aconteceu, nessa quarta-feira (22), durante o Seminário Estadual de Tecnologia e Novo Modelo de Atenção: Acesso, Regulação, Contratualização e Rede – realizado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), em conjunto com o Instituto Capixaba de Ensino, Pesquisa e Inovação em Saúde (ICEPi) –  no Palácio Anchieta, em Vitória. 

O sistema foi desenvolvido pelo Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (Lais), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), e será disponibilizado de forma gratuita aos municípios a partir de julho, sendo de fácil acesso e autofuncional. Entre os benefícios proporcionados, destacam-se dois pontos: a possibilidade de telemedicina em todos os territórios do Estado e o Net Promoter Score (NPS), uma metodologia responsável por mensurar a satisfação do paciente diante do serviço prestado. Essa é a primeira vez que o sistema será implantado em grande escala no SUS, ou seja, em todos os níveis de atenção.

O secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, explicou que para cada consulta ou exame ambulatorial realizados na rede própria ou filantrópica, o paciente receberá perguntas por SMS ou Telegram, em que avaliará o serviço prestado de zero a dez e comentará sobre o assunto. O intuito é reconhecer a experiência do usuário na íntegra e buscar o aperfeiçoamento nos pontos denominados como negativos, comparar instituições com perfil semelhante e fortalecer a política de saúde. 

“Esse sistema que apresentamos hoje só é possível com incorporação tecnológica. Com ela, teremos o controle, integração, monitoramento dos fluxos de acesso à assistência e, principalmente, maior transparência. O Acessa e Confia foi feito para atender as necessidades tanto dos profissionais da saúde quanto dos pacientes do Espírito Santo, ampliando o acesso da população aos serviços especializados. Vale destacar que todos os municípios estão previamente cadastrados no sistema”, destacou Fernandes. 

Durante a apresentação do novo sistema, o diretor do ICEPI, Fabiano Ribeiro, destacou também a importância da incorporação tecnológica para a saúde. “Pensar novas formas de fazer e organizar é extremamente necessário e não conseguimos avançar se de fato não inovarmos na organização desse sistema, com um processo alinhado que fará com que o sistema funcione. Uma das questões importantes, hoje, é apresentar a utilização de ferramenta tecnológica, que seja fácil para o trabalhador usar e funcional para garantir o acesso. E o ICEPi, nesse processo de apoiar e organizar o SUS, vem também para organizar um ecossistema de inovação, de pensar formas que catalisam os processos de gestão”.

Também estiveram presentes subsecretários de Estado da Saúde, superintendentes regionais de Saúde, secretários municipais de Saúde, diretores de hospitais da rede própria e filantrópica, membros do ICEPi e profissionais da Sesa e da Fundação iNOVA Capixaba. 

Simulação de teleinterconsulta 

Para a compreender, na prática, um dos serviços ofertado pelo sistema, foi realizada uma simulação de telemedicina com a participação da médica Thaynara Oliveira, da Atenção Primária à Saúde (APS) de Cariacica, e da coordenadora médica da Autorregulação Formativa Territorial (ARFT), Elaine Dall’Orto. A ARFT é um projeto do ICEPi que faz parte do Programa de Gestão do Acesso e da Qualidade da Assistência nas Redes de Atenção à Saúde (PGAQ).

Thaynara Oliveira utilizou o “Acessa e Confia” para inserir os dados do paciente e solicitar a especialidade médica necessária para a avaliação da condição clínica. Nos campos de preenchimento, a profissional também acrescentou informações sobre medicações utilizadas, resultados dos exames e as alterações foram identificadas no atendimento.

Por fim, as duas médicas fizeram uma teleinterconsulta em tempo real para discutir o caso de um paciente atendido em determinado município e decidir qual seria a continuidade do tratamento. O secretário Nésio Fernandes, que acompanhou a simulação, explicou que o procedimento poderá ser feito, inclusive, ao lado do paciente, para que ele também tenha contato remoto com o especialista. 

A novidade foi aprovada pela profissional da Atenção Primária. “Os pacientes se sentem acolhidos, cuidados pela equipe interdisciplinar. Além disso, as opiniões formativas contribuem para a nossa formação”, destacou.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Sesa

Veja também

Concurso-de-Qualidade-de-Amendoas-de-Cacau-Capixaba-chega-a-etapa-de-visita-das-propriedades

Concurso de Qualidade de Amêndoas de Cacau Capixaba chega à etapa de visita das propriedades

Festa-de-Rodeio-de-Venda-Nova-do-Imigrante-tera-sorteio-de-R-100-mil-beneficente-ao-Hospital-Padre-Maximo-1

Festa de Rodeio de Venda Nova do Imigrante terá sorteio de R$ 100 mil beneficente ao Hospital Padre Máximo 

Festuris-Gramado-tera-participacao-da-Argentina-1

Festuris Gramado terá participação da Argentina

desfile-de-natal-natal-luz-gramado-3

Decoração da próxima edição do Natal Luz já toma os primeiros contornos em Gramado

Ruas-de-Marechal-Floriano-ganham-novas-placas-com-identificacoes

Ruas de Marechal Floriano ganham novas placas com identificações

Noite-Alema-sera-no-proximo-sabado-13-em-Marechal-Floriano-1

Noite Alemã será no próximo sábado (13) em Marechal Floriano

Criancas-arrombam-porta-de-escola-e-deixam-rastro-de-destruicao-em-Santa-Maria-de-Jetiba

Crianças arrombam porta de escola e deixam rastro de destruição em Santa Maria de Jetibá

Policia-interdita-fabrica-que-comercializava-cafe-irregular-no-Espirito-Santo

Polícia interdita fábrica que comercializava café irregular no Espírito Santo