AGRONEGÓCIO

Força tarefa do agro vai ajudar produtores com prejuízos da chuva de granizo

Publicado em 11/04/2021 às 22:30

Compartilhe

As recentes chuvas de granizo atingiram municípios do interior do Espírito Santo no final de março e início deste mês. No município de Vargem Alta, por exemplo, o cenário é de devastação. Muitas propriedades foram completamente dizimadas nas culturas de café, abacate, banana e olericultura. O Sistema Faes/Senar-ES/Sindicatos Rurais está auxiliando no levantamento técnico dos prejuízos e já inscrevendo os atingidos para receberem a Assistência Técnica e Gerencial (ATeG).

O engenheiro Agrônomo e analista Técnico do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Espírito Santo (Senar-ES), Murilo Pedroni, está em campo, junto com um representante do Sindicato Rural de Cachoeiro de Itapemirim e da secretaria municipal de agricultura de Vargem Alta, realizando assessoria técnica. O laudo que está sendo construído servirá para subsidiar a avaliação na busca de crédito nas instituições bancárias.

Na última segunda-feira (05), houve reunião com diversos órgãos do agro para iniciar as ações de avaliação de Vargem Alta e também outros municípios atingidos. O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Espírito Santo (Faes), Júlio Rocha, e o presidente do Sindicato Rural de Cachoeiro de Itapemirim/Vargem Alta, Wesley Mendes, também vice-presidente da Faes, estiveram presentes.

Na ocasião, o secretário de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), Paulo Foletto, anunciou a determinação do Governo Estadual em criar com recursos financeiros próprios uma linha de crédito especial a ser executada pelo Bandes, para atendimento emergencial aos produtores que tiveram prejuízos.

A Força Tarefa Emergencial do Agro Vargem Alta foi formada pois 80% dos danos das chuvas de granizo no Espírito Santo se concentram no município. “Percebemos que havia a necessidade de acelerar o levantamento de todas as perdas dos agricultores de Vargem Alta, pois o cenário é desolador, muitos perderam até 100% de sua produção agropecuária e estão sem nenhuma expectativa de renda. Proprietários, meeiros e parceiros estão na mesma situação” destaca Wesley Mendes.

Participam da Força Tarefa junto com o Sistema Faes / Senar-ES e Sindicato Rural de Cachoeiro de Itapemirim/Vargem Alta o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) e o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) sob a coordenação da Secretaria de Agricultura de Vargem Alta.

A Federação da Agricultura capixaba pede aos Sindicatos Rurais que avaliem a situação dos produtores nas demais regiões e façam contato para solicitar avaliação técnica também. Contato pelos telefones: (27) 3185-9227 | (27) 99932-3575.

Fonte: FAES

Veja também

PEPCV-Karol-Gazoni-Iema-1

Parques estaduais estarão abertos para visitação nesta semana

WhatsApp-Image-2021-06-21-at-09.23.40

Trânsito intenso causa engavetamento entre três carros na BR-262

WhatsApp-Image-2021-06-21-at-11.35.36-3

Carros antigos serão expostos em Araguaya no mês de julho

acidente-fazenda-no-estado_capa

Motociclista fica ferido após acidente com carreta na Fazenda do Estado, em Domingos Martins

doses-da-AstraZeneca-Fiocruz

Saúde envia aos estados e DF mais de 7,6 milhões de doses da AstraZeneca/Fiocruz

banestes-mantem-menor-taxa-de-juros

Banestes mantém menor taxa de juros do Brasil no crédito imobiliário, mesmo após alta da Selic

Sebrae-ES-consultoria

Sebrae/ES oferece consultorias sobre finanças com até 90% de desconto

pastor-de-marechal-tranferencia

Transferência de pastor entristece luteranos em Marechal Floriano