Findes debate com governo do ES e VLI sobre consolidação da infraestrutura ferroviária

Publicado em 17/10/2021 às 11:44

Compartilhe

Reuniao-FCA-Foto-Helio-Filho-Secom-m

A presidente da Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes), Cris Samorini, esteve reunida nesta quinta-feira (14), no Palácio Anchieta, com o governador do Estado, Renato Casagrande, o secretário de Inovação e Desenvolvimento, Tyago Hoffmman, e representantes da VLI, entre eles o diretor-presidente Ernesto Pousada, para debater a renovação antecipada da Ferrovia Centro-Atlântica (FCA).  
O encontro reforçou a importância de investimentos na malha própria da FCA com o objetivo de consolidar o Corredor Centro-Leste e garantir mais competitividade para a logística do ES e do Brasil.  
A agenda foi essencial para haver um afinamento do debate entre as partes e para que os estudos e discussões possam ser aprimorados no sentido de reduzir riscos e levantar garantias que contribuam para o sucesso da renovação da ferrovia e para que novos investimentos na infraestrutura sejam viabilizados de modo a fortalecer o Corredor Centro-Leste.  
O contrato de concessão da FCA vence em 2026, mas as discussões sobre a continuidade da operação da VLI começaram em 2020, a partir de quando foram realizados debates, audiências públicas, levantamentos técnicos, reuniões entre o poder público e privado, além da criação de um comitê técnico.  
Ao longo desse período, a Findes tem dialogado com os atores envolvidos, apresentado estudos técnicos robustos e atuado de forma contínua e proativa para garantir que a renovação da concessão traga mais desenvolvimento para o Espírito Santo e para o Brasil.
A presidente Cris Samorini  lembrou que a ferrovia tem grande potencial de movimentar cargas do agronegócio, vindas de Minas Gerais e de Goiás, que poderão ser escoadas pelos portos capixabas.
 “Estamos diante de uma grande oportunidade. Estudo da Fundação Dom Cabral mostrou que teremos a capacidade de movimentar por ano 22 milhões de toneladas. Por isso, é tão importante transformarmos a FCA, hoje uma ferrovia do século XIX, em uma ferrovia do século XXI.”

Fonte: Gerência de Comunicação e Relações Institucionais da Findes

Veja também

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Covid-19: país tem 22,1 milhões de casos e 615,5 mil mortes

107939

Subida dos juros deve provocar desaceleração na economia, diz Guedes

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Ministério oferece mais de 21,5 mil vagas para Médicos pelo Brasil

107935

Em relatório preliminar, deputado destina R$ 16,2 bilhões para orçamento secreto

107933

Nova proposta de reforma trabalhista quer proibir motoristas de app na CLT

107931

Pais de autor de massacre em escola de Michigan são presos

107929

Biden e Putin farão reunião sobre tensões na Ucrânia

© Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Brasileiros devem redobrar cuidados no verão contra câncer de pele