Fifa confirma a retirada de 100 jogadores e familiares do Afeganistão

Publicado em 15/10/2021 às 17:21

Compartilhe

© KAI PFAFFENBACH


 A Fifa, que comanda o futebol mundial, disse nesta sexta-feira (15) que trabalhou com o governo do Catar para retirar quase 100 jogadores e seus familiares do Afeganistão.

O Talibã assumiu o controle da capital afegã Cabul no dia 15 de agosto e anunciou um novo governo no mês passado depois que as forças estrangeiras lideradas pelos Estados Unidos bateram em retirada e o governo apoiado pelo Ocidente desmoronou.

A ministra-assistente das Relações Exteriores catari, Lolwah Alkhater, havia dito que os jogadores e suas famílias estavam entre os passageiros que chegaram em um voo saído de Cabul na quinta-feira (14).

A Fifa disse em um comunicado que o grupo, que incluiu jogadoras, foi considerado “sob risco mais elevado”, agradecendo o Catar por seu apoio e por “garantir a passagem livre” dos jogadores e familiares.

“A liderança da Fifa coordenou estreitamente com o governo do Catar a partir de agosto a respeito da retirada do grupo, e continuará a trabalhar estreitamente para a retirada segura de membros adicionais da família esportiva no futuro”, acrescentou.

Na última segunda-feira (11), a União Ciclista Internacional (UCI) disse que ajudou a retirada de 165 refugiados do Afeganistão, entre eles mulheres ciclistas, jornalistas e ativistas dos direitos humanos.

No mês passado, o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, disse que a organização ajudou cerca de 100 membros da “comunidade olímpica” do Afeganistão a deixarem o país com vistos humanitários.

Veja também

107945

Ministro Rogério Marinho será ouvido no Senado sobre emendas de relator

© Pedro Souza/Atlético/Direitos Reservados

Já campeão, Atlético-MG recebe Bragantino em reencontro com torcida

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Covid-19: país tem 22,1 milhões de casos e 615,5 mil mortes

107939

Subida dos juros deve provocar desaceleração na economia, diz Guedes

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Ministério oferece mais de 21,5 mil vagas para Médicos pelo Brasil

107935

Em relatório preliminar, deputado destina R$ 16,2 bilhões para orçamento secreto

107933

Nova proposta de reforma trabalhista quer proibir motoristas de app na CLT

107931

Pais de autor de massacre em escola de Michigan são presos