Espírito Santo e São Paulo firmam parceria para pesquisar as variedades de cafés mais resistentes à seca

Publicado em 15/05/2017 às 19:39

Compartilhe

O setor agrícola com foco nas variedades de café e de outros grãos resistentes a situações de seca terá um reforço, com auxílio da tecnologia, por meio de uma parceria feita entre o Espírito Santo e o Estado de São Paulo.

Cafe colheitaO acordo foi firmado, no último sábado (13), após uma visita do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, durante o lançamento do 10° Ano da Campanha da Melhoria da Qualidade e Início da Colheita do Café do Espírito Santo e do 9° Noroeste Café Conilon, no município de Pinheiros.

Com a iniciativa, será realizada uma troca de experiências com tecnologias utilizadas pelos dois estados no desenvolvimento de variedades de café Conilon e de café arábica mais resistentes à seca, além de outras áreas, como produção animal, fruticultura e olericultura.

Geraldo Alckmin falou da expectativa em firmar essa parceria com o Estado. “O Espírito Santo tem também uma larga experiência em frutas, então são muitos os benefícios dessa cooperação entre esses dois importantes institutos de pesquisa”, comentou Alckmin.

Assim como no Espírito Santo, algumas regiões de São Paulo têm sofrido nos últimos anos com os efeitos da estiagem, o que tem contribuído para a queda na produção agropecuária. Com a parceria, o trabalho do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) e pelo Instituto Agronómico (IAC) e pela Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati), de São Paulo, serão compartilhados para auxiliar no desenvolvimento da agricultura e da agroindústria.

Presente na assinatura do convênio, o vice-governador César Colnago falou sobre a situação hídrica do Estado. “A escassez hídrica que estamos atravessando nos últimos anos transformou a pauta da água em prioridade. Temos feito uma série de ações para reservação e preservação de nascentes, mas, além disso, também trabalhamos com o desenvolvimento de variedades que sejam mais resistentes à seca. O Incaper é um dos institutos que mais investe em pesquisa na cafeicultura e certamente a parceria com São Paulo irá nos ajudar a restabelecer a pujança da nossa produção”, afirmou Colnago.

O secretário de Estado da Agricultura, Octaciano Neto, afirmou que a parceria une um dos maiores institutos de pesquisa do Brasil. “O carro-chefe do Incaper é desenvolver trabalho de pesquisa para o café e, por isso, o setor se desenvolveu tanto no nosso Estado. O IAC é um grande instituto de pesquisa e assinamos essa parceria para desenvolver variedades mais resistentes à seca. O café representa 40% do PIB agropecuário do Estado”, declarou o secretário Octaciano.

Veja também

cultura-15-07-ft-div-festival-de-inverso-Vanessa-Damata

Assista como foi o primeiro final de semana do Festival de Inverno de Domingos Martins

agro-15-07-ft-divulgacao-queijo-Domingos-Martins

Domingos Martins tem queijo medalha de ouro em concurso nacional

brasil-15-07-ft-reproducao-arquivo-pessoal-portal-ig

Picada de aranha mata turista na Bahia e amigo da vítima acusa restaurante

mundo-15-07-ft-divulgacao-Roberto-Cardassi

Empresário brasileiro suspeito de dar golpe de R$ 160 milhões é detido em Portugal

mat-paga-15-07-mundo-aviator

Os Melhores Jogos Crash Online – Diversão e Lucros Garantidos

mat-paga-15-07-ft-istockiphoto

O Papel da Psicologia nas Apostas

esporte-15-07-ft-div-gov-es-ginastas-capixabas

Dupla capixaba da ginástica rítmica garante pódio por equipe em última competição antes da Olimpíada

saude-15-07-ft-div-SESA-cirurgia

Espírito Santo soma mais de 70 mil cirurgias eletivas realizadas neste ano