Duas grandes empresas anunciam investimentos de mais de R$ 270 milhões no Estado

Publicado em 03/11/2021 às 15:17

Compartilhe

WhatsApp-Image-2021-11-03-at-15.31.44

Texto: Governo ES / Foto: DIvulgação

Duas empresas de grande porte com presença no mercado nacional e internacional acabam de anunciar novos investimentos no Espírito Santo, ambos focados na ampliação e modernização da linha de produção. A empresa alimentícia Cacau Show vai aportar cerca de R$ 100 milhões em uma nova unidade e um centro de distribuição no município de Linhares. Já a fabricante de motores e componentes elétricos WEG destinará, até 2023, R$178,2 milhões para produção de motores elétricos. A estimativa é de geração de 460 empregos para os capixabas.

Para o secretário de Estado de Inovação e Desenvolvimento, Tyago Hoffmann, os anúncios realizados pelas empresas confirmam as expectativas do Governo do Estado quanto à atração de novos projetos e ampliação de investimentos que já estão consolidados em municípios capixabas, bem como refletem o resultado de um trabalho constante voltado para o equilíbrio da economia estadual.

“Somos um Estado pequeno, mas próspero e cheio de oportunidades. Não é à toa que temos excelentes indicadores, como a Nota A no Tesouro Nacional, a melhor avaliação do Ensino Médio do País, além de incentivos fiscais e tributários atraentes, segurança jurídica e boa relação institucional. Sob orientação do governador Renato Casagrande, estamos empenhados no trabalho de promover o desenvolvimento em todas as regiões capixabas. Por isso, empresas de diversos segmentos se interessam em vir para o Estado, se estabelecer e buscar ampliar seus projetos”, completou Hoffmann.

Destaque no mercado pela qualidade de seus produtos e considerada a maior empresa de chocolates finos do mundo, a Cacau Show, no território capixaba, está em fase de adesão ao Programa de Incentivo ao Investimento no Estado do Espírito Santo (Invest-ES). Dentro do incentivo, a previsão de investimento é de aproximadamente R$ 67 milhões.
Em sintonia com o propósito do benefício tributário estadual, a empresa apresenta seu atual projeto que visa a implantação de uma unidade industrial para a produção do produto.

A nova fábrica, que será a segunda da empresa, começará a operar em 2022. A unidade está localizada em Linhares, onde a fabricante e varejista de chocolates possui fazendas de cacau. A empresa tem como meta aproximar o plantio da produção e, até 2030, se tornar autossuficiente no cultivo do fruto. A estimativa é de geração de 210 empregos.
A WEG também anunciou novos investimentos para a sua unidade fabril de Linhares, no Espírito Santo. A Companhia tem a intenção de destinar, até 2023, R$178,2 milhões para a modernização e ampliação da capacidade produtiva de motores elétricos. “Este investimento, além de uma importante fonte de vantagem competitiva, vai contribuir também para dar continuidade a trajetória de crescimento contínuo e sustentável da WEG”, afirmou o diretor superintendente de Motores Comerciais e Appliance da WEG, Julio Cesar Ramires.

“O parque fabril de Linhares foi projetado para permitir o aumento gradual e contínuo da capacidade de produção e atender às necessidades de expansão da companhia ao longo de vários anos. Graças ao ambiente favorável para os negócios criado pelo Governo do Espírito Santo, temos conseguido manter a nossa estratégia de crescimento. Em 2010, quando iniciamos as operações em Linhares, tínhamos 420 colaboradores que ocupavam 20.000 metros quadrados de área construída. Hoje temos aproximadamente três mil colaboradores ocupando mais de 65 mil metros quadrados. Nossa capacidade de produção diária aumentou 10 vezes neste período”, explicou o executivo.
Com os novos investimentos, a WEG pretende ampliar para 79 mil metros quadrados sua área construída em Linhares e contratar 250 novos colaboradores nos próximos dois anos. A unidade da WEG em Linhares se transformou no segundo maior parque industrial da companhia no Brasil. Desde agosto de 2009, data em que a empresa anunciou sua ida para Linhares, a empresa já investiu R$ 257,7 milhões no Estado do Espírito Santo.

Invest-ES
O Programa de Incentivo ao Investimento no Estado do Espírito Santo (Invest-ES), regulado atualmente pela Lei Nº 10.550/2016, e posteriores alterações, é instrumento de política pública eficaz, eficiente, efetivo e que tem por objetivo contribuir para a expansão, modernização e diversificação dos setores produtivos do Espírito Santo, estimulando a realização de investimentos, a implantação e a utilização de armazéns e infraestruturas logísticas existentes, renovação tecnológica das estruturas produtivas, otimização da atividade de importação de mercadorias e bens e o aumento da competitividade estadual, com ênfase na geração de emprego e renda e na redução das desigualdades sociais e regionais.

Veja também

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Covid-19: país tem 22,1 milhões de casos e 615,5 mil mortes

107939

Subida dos juros deve provocar desaceleração na economia, diz Guedes

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Ministério oferece mais de 21,5 mil vagas para Médicos pelo Brasil

107935

Em relatório preliminar, deputado destina R$ 16,2 bilhões para orçamento secreto

107933

Nova proposta de reforma trabalhista quer proibir motoristas de app na CLT

107931

Pais de autor de massacre em escola de Michigan são presos

107929

Biden e Putin farão reunião sobre tensões na Ucrânia

© Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Brasileiros devem redobrar cuidados no verão contra câncer de pele