Crédito emergencial: Banestes já liberou mais de R$ 600 milhões para capixabas

Publicado em 08/06/2021 às 19:28

Compartilhe

Mais de 17,5 mil operações de crédito já foram realizadas pelo banco em auxílio aos empreendedores capixabas de todos os portes, para enfrentamento da pandemia.

Em um ano e meio do alastramento da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), completados agora, no mês de junho de 2021, o Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes) registrou o volume total de mais de R$ 604,1 milhões liberados em operações de crédito emergencial para empresas capixabas de todos os portes e também para microempreendedores. Ao todo, mais de 17,5 mil operações emergenciais já foram realizadas pelo banco capixaba.

O banco estadual tem desempenhado um importante papel de incentivo à economia e permanece atuando como o principal banco credor do Espírito Santo no acesso a linhas especiais de crédito emergencial, lançadas como medida econômica para enfrentamento da pandemia, em parceria com o Governo do Estado, por meio do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), do Programa Nossocrédito e da Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes), para a concessão de microcrédito, e também com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para pessoas jurídicas.

“Desde março de 2020, o Banestes tem operado linhas especiais de crédito emergencial, além de outras soluções em atenção aos clientes. Implementamos melhorias para a aceleração dos atendimentos, expandimos as soluções via canais digitais, realizamos capacitações de forma telepresencial com as equipes, tudo com o propósito de atender às necessidades emergenciais dos capixabas. O Banestes vem cumprindo a sua função econômica e social no Espírito Santo e nossa estratégia permanece centrada nas operações para impulsionamento da economia”, enfatizou o diretor-presidente do Banestes, José Amarildo Casagrande.

Outro número que chama atenção é o de repactuações de crédito realizadas pelo Banestes, ou seja, operações já contratadas em períodos anteriores ao da pandemia, que obtiveram um período de intervalo no pagamento das parcelas, que atualmente é de até 90 dias, para dar alívio financeiro aos clientes, tanto de natureza jurídica quanto pessoas físicas. O Banestes já renegociou mais de R$ 583 milhões em contratos de crédito.

As informações sobre as linhas de crédito emergencial operadas pelo Banestes, assim como sobre as outras soluções financeiras disponíveis como medidas de enfrentamento à pandemia, estão disponíveis para acesso à população pelo site www.banestes.com.br/estamosjuntos. No site também é possível acessar as informações para contato com o banco.

Atualmente, o Banestes opera as linhas que recebem amparo do Fundo de Aval do Governo do Estado (Microcrédito Emergencial, com juros zero, e Capital de Giro Emergencial, com taxa CDI); uma linha especial de Crédito Emergencial para empresas, com taxas a partir de CDI + 0,32% ao mês; a linha Nossocrédito Emergencial, do Programa Nossocrédito, com taxas de 0,65% ao mês até 0,95% ao mês; e também a recém-lançada linha de Parcelamento de Cheque Especial em até 24 meses, com redução de mais de 70% nas taxas de juros a partir de 2,25% ao mês.

Além das opções de crédito, o Banestes realiza outras ações de auxílio econômico que beneficiam os clientes Pessoa Física, como ações de reparcelamento de crédito, cheque especial com 15 dias sem juros, isenção e redução de tarifas no cartão de crédito Banescard, dentre outras facilidades.

Crédito Emergencial Banestes:

· Em 1 ano e meio, mais de R$ 604,1 milhões liberados em crédito emergencial para empresas de todos os portes e microempreendedores capixabas;

· Mais de 17,5 mil operações emergenciais realizadas;

· Mais de R$ 583 milhões em renegociações de contratos de crédito;

· Informações detalhadas sobre linhas de crédito e outros auxílios disponíveis em www.banestes.com.br/estamosjuntos.

Veja também

97960

Cumbre Vieja: vulcão entra em etapa ‘efusiva’ e tendência é de fortes explosões

97958

Para segurança de Bolsonaro, GSI gastará R$ 146 mil em equipamento de mergulho

© Geovana Albuquerque/Agência Saúde DF

Rio de Janeiro distribui 348,6 mil doses da vacina da Pfizer

97954

App Itaú oferece recarga de Bilhete Único em São Paulo

97952

Banco Central revisa expectativa de inflação para 2022 e ultrapassa a meta

© Geovana Albuquerque/Agência Saúde DF

Vacinação covid-19: Rio de Janeiro distribui doses da Pfizer hoje

Saúde disponibiliza vacina contra meningite para crianças de até dez anos ainda não vacinadas em todo Estado

97946

Geração de empregos é um dos objetivos de plataforma de investimentos em turismo