Como a Internet das Coisas pode beneficiar a mobilidade urbana?

Publicado em 26/03/2021 às 11:04

Compartilhe

A Computação em Nuvem, também conhecida como Cloud Computing, foi um avanço e tanto para a atual era digital. No segmento de hospedagem de sites, por exemplo, ela trouxe a Hospedagem Cloud.

Já no dia a dia dos escritórios e das empresas, se você usa o Google Drive, o Dropbox ou alguma outra ferramenta de compartilhamento e armazenamento de arquivos, a culpa também é da Cloud Computing.

A Computação em Nuvem também viabiliza em nosso cotidiano a Internet das Coisas, um conceito capaz de trazer facilidades para dentro da sua casa e também fora dela, beneficiando o trânsito e a sustentabilidade nas grandes cidades.

Como a Internet das Coisas faz isso? Para saber a resposta, não deixe de conferir os tópicos desse artigo.

O que é a IoT?

A IoT nada mais é do que a cada vez mais famosa (e onipresente) Internet of Things, que traduzindo para o nosso bom e velho português, podemos chamar de “Internet das Coisas”.

A IoT consiste na integração e conexão dos dispositivos eletrônicos do nosso dia a dia com a internet. Por isso, muitas “coisas” do nosso dia a dia agora estão sendo conectadas à internet. Coisas essas que podem ser geladeiras, lavadoras, lâmpadas, TVS, janelas, etc.

Para compreender melhor, pense na possibilidade de você regular o ar-condicionado da sua casa por meio do seu smartphone. Ou quem sabe ligar e desligar a geladeira à distância conectada em uma rede Wi-Fi.

Como a Internet das Coisas pode beneficiar a mobilidade urbanaAs smarttvs, por exemplo, são os exemplos mais clássicos e presentes do conceito de “Internet das Coisas”. Hoje em dia elas possuem conexão com a internet e já contam com vários aplicativos instalados, tais como a Netflix, o Youtube e muitos outros.

Sendo assim, a Internet das Coisas vai muito além do que serviços de hospedagem de sites, servidores e sensores, pois possibilita conectar objetos físicos com a internet, permitindo que equipamentos do nosso cotidiano estejam aptos a coletar e transmitir dados.

As cidades também podem ser inteligentes

É interessante lembrar ainda que a Internet das Coisas não fica limitada dentro de uma casa. Ela pode ir além do ambiente doméstico e trazer uma série de benefícios até mesmo para o trânsito de uma cidade.

Não é à toa que hoje em dia muito se fala na relação entre a IoT e a mobilidade urbana. Nesse contexto, se até uma TV e uma casa inteira podem pode ser cada vez mais “smart”, por que não ir além e também tornar uma cidade “inteligente”?

Falando assim até parece que isso é um projeto para daqui a vários anos, mas não custa lembrar que já existem na prática alguns recursos que já permitem aliar a Internet das Coisas com o cenário urbano.

Nesse caso, a melhoria no fluxo de carros e pedestres se torna evidente. Aplicativos podem apontar qual trajeto possui menos tráfego de veículos, por exemplo, permitindo uma organização mais ágil e segura do trânsito.

Além do mais, algumas das possíveis aplicações da IOT para o trânsito é a capacidade de monitoramento das vias por vídeo e radares.

Esse monitoramento pode se tornar mais eficiente por causa das ferramentas de reconhecimento ótico de caracteres, as chamadas OCR. É interessante também mencionar outras aplicações. Veja alguns exemplos a seguir.

Meteorologia

A IoT também pode ser usada para otimizar as previsões meteorológicas. Para isso ela conta com sensores integrados para captar e analisar a umidade, temperatura, velocidade e direção do vento.

Essa é uma solução extremamente benéfica para se proteger de eventos catastróficos, como, por exemplo, tormentas e vendavais.

Saúde

Quando o assunto é a Medicina, até já existem tecnologias que viabilizam a realização de consultas à distância, algo que é extremamente importante especialmente no atual contexto, marcado por uma pandemia.

Além do mais, a tecnologia atual apresenta também os dispositivos “wearables”, ou melhor, os dispositivos vestíveis. Eles consistem em pulseiras e outros adereços que podem ser utilizados até mesmo na própria roupa dos pacientes.

Graças a eles, os médicos e enfermeiros podem obter dados precisos relacionados com os batimentos cardíacos, índice de glicose, entre outras informações que podem melhorar as condições de saúde das pessoas.

Agricultura

Como a Internet das Coisas pode beneficiar a mobilidade urbana 2Não é só a zona urbana que pode aproveitar os benefícios da Internet das Coisas. Já é possível utilizar aplicativos que fazem a análise do solo, do ar e outros efetuam a previsão do tempo, por exemplo.

Vale citar ainda o uso de drones para pulverizar lavouras ou até mesmo detectar pragas no ambiente. Tudo isso por meio de equipamentos e acessórios conectados à internet.

As vantagens da IoT para as cidades

Se para dentro de casa a Internet das Coisas apresenta uma série de benefícios, a situação não é diferente quando ela sai da residência e ganha as ruas. Entre as vantagens que ela pode trazer estão algumas bem pontuais que veremos abaixo.

Organização no trânsito

Ao longo dos anos, assim como as cidades foram crescendo, as complicações no trânsito também seguirem o mesmo rumo.

Os engarrafamentos e ruas mal planejadas se tornaram sinônimo de irritação, poluição e até mesmo acidentes graves. É por isso que o uso de uma tecnologia, como a Internet das Coisas, tem tudo para tornar os grandes centros urbanos locais mais organizados.

Sustentabilidade e qualidade de vida

A IoT também tem recursos que podem auxiliar na organização da coleta de lixo de um bairro ou de uma cidade inteira. Isso promove uma melhoria na separação dos resíduos e promove mais sustentabilidade.

Em uma cidade com o trânsito mais organizado e uma coleta de lixo devidamente planejada, se torna mais viável promover a qualidade de vida na população.

Em algumas cidades mais evoluídas, há até mesmo lixeiras com sensores que avisam sobre a sua capacidade. A Big Belly é um exemplo desse tipo de produto que além de prática e inteligente, também utiliza energia solar.

Carros inteligentes

Eles estão chegando aos poucos e estima-se que nos próximos anos, boa parte da frota de novos carros já saia de fábrica com sensores que indicarão diversas informações a respeito do trânsito e principalmente do motorista.

Isso pode reduzir drasticamente os acidentes com o mapeamento do trânsito em tempo real, avisando os motoristas sobre trechos e locais de risco.

Entre esses alertas estão o aviso de acidentes, estradas precárias, curvas perigosas e vias com problemas. Tudo isso com o intuito de minimizar os perigos e os grandes custos com os sinistros no trânsito.

A Iot aos poucos está mais presente em nosso cotidiano

A Internet das coisas é a prova de que a era digital já não está apenas no presente e no futuro, ela está nos lares e nas cidades.

Da mesma forma, essa tecnologia também pode ser de grande ajuda para a mobilidade urbana. Graças a ela se torna mais fácil organizar o fluxo de trânsito e também aderir a hábitos ecologicamente no dia a dia das cidades.

É nesse cenário que dispositivos móveis, assim como Wi-Fi, bluetooth e outras possibilidades se unem para viabilizar essa conexão.

Isso é uma consequência do avanço da era digital, que não trouxe vantagens apenas para o mundo dos negócios por meio da hospedagem de site e outros recursos que viabilizam a presença online das empresas.

Ela também auxilia em outros aspectos do cotidiano por meio da IoT. Por tudo isso ela representa uma solução para a mobilidade urbana, possibilitando um trânsito mais organizado, seguro e ecologicamente sustentável.

 

Veja também

Gato-cai-de-predio-e-bombeiros-fazem-resgate-delicado

Gato cai de prédio e bombeiros fazem resgate delicado

Estado-recebe-doacao-de-158-capacetes-ELMOs-para-pacientes-com-Covid-19

Estado recebe doação de 158 capacetes ELMOs para pacientes com Covid-19

bate-papo final

Bate-papo com o Montanhas #02

Letreiros-de-bem-vindo-a-Marechal-mais-visiveis-apos-corte-de-capim-2

Letreiros de “bem vindo a Marechal” mais visíveis após corte de capim

Vacina-Covid-19idosos-representam-65-dos-que-nao-retornaram-para-a-segunda-dose-da-Fiocruz

Vacina Covid-19: idosos representam 65% dos que não retornaram para a segunda dose da Fiocruz

Municipios-ampliam-vacinacao-contra-a-Covid-19-para-tres-turnos

Municípios ampliam vacinação contra a Covid-19 para três turnos

Comunidade-de-Marechal-Floriano-tera-mais-esgotos-tratados-2

Comunidade de Marechal Floriano terá mais esgotos tratados

Aplicativo-dinamiza-aulas-de-Projeto-de-Vida-em-escola-de-Domingos-Martins

Aplicativo dinamiza aulas de Projeto de Vida em escola de Domingos Martins