Brasil questiona “discriminação” de europeus por nova barreira a carnes e aves

Publicado em 08/11/2021 às 20:15

Compartilhe

103990


source
Brasil questiona europeus na OMC sobre nova barreira para carnes e aves
Reprodução: iG Minas Gerais

Brasil questiona europeus na OMC sobre nova barreira para carnes e aves

O Brasil apresentou nesta segunda-feira, ao Sistema de Solução de Controvérsias da Organização Mundial do Comércio (OMC), um pedido de consultas questionando a adoção do que considera uma barreira sanitária imposta pela União Europeia (UE) às exportações de carnes de aves. Os europeus estariam adotando controles discriminatórios para a detecção da bactéria salmonela em carne de frango salgada e de peru com pimenta.

Para o governo brasileiro, não há evidências técnicas ou científicas que justifiquem a aplicação, pela União Europeia, de critérios microbiológicos mais rigorosos para a detecção de salmonela em carne de frango salgada e de peru com pimenta na comparação com a carne fresca de aves. Em nota, o Itamaraty destacou que, ao impor essas exigências discriminatórias, a UE age em desacordo com as regras do Acordo de Medidas Sanitárias e Fitossanitárias da OMC e cria barreiras injustificadas ao comércio internacional.

Leia Também

“O pedido de consultas é a primeira etapa formal de um contencioso na OMC. O governo brasileiro tem a expectativa de que as consultas com a União Europeia contribuam para uma solução amigável”, ressalta um trecho da nota.

A data e o local das consultas deverão ser acordados entre as duas partes nas próximas semanas. Se não houver acordo, o Brasil poderá entrar com uma ação contra a UE na OMC.

Não é primeira vez que Brasil e União Europeia se desentendem sobre o tema. Em abril de 2018, em uma das fases da Operação Carne Fraca, desencadeada pela Polícia Federal em frigoríficos brasileiros, foi descoberto um esquema fraudulento entre os estabelecimentos e laboratórios privados, marcado pela concessão de laudos que atestavam a ausência de salmonela em carnes de aves. Na época, o próprio Ministério da Agricultura decidiu proibir as vendas das empresas que estavam sendo investigadas.

Em maio do mesmo ano, o bloco europeu comunicou oficialmente a suspensão das importações de carne de frango de 20 frigoríficos brasileiros. Alegou problemas no sistema de sanidade animal do Brasil.

Veja também

107945

Ministro Rogério Marinho será ouvido no Senado sobre emendas de relator

© Pedro Souza/Atlético/Direitos Reservados

Já campeão, Atlético-MG recebe Bragantino em reencontro com torcida

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Covid-19: país tem 22,1 milhões de casos e 615,5 mil mortes

107939

Subida dos juros deve provocar desaceleração na economia, diz Guedes

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Ministério oferece mais de 21,5 mil vagas para Médicos pelo Brasil

107935

Em relatório preliminar, deputado destina R$ 16,2 bilhões para orçamento secreto

107933

Nova proposta de reforma trabalhista quer proibir motoristas de app na CLT

107931

Pais de autor de massacre em escola de Michigan são presos