Banestes oferece linhas especiais de microcrédito para mulheres empreendedoras

Publicado em 20/11/2021 às 12:40

Compartilhe

banestes

Foto: Divulgação

Em celebração ao Dia Internacional do Empreendedorismo Feminino, comemorado nesta sexta-feira (19), o Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes) anunciou a ampliação do escopo de abrangência e também melhorias nas condições para a contratação das linhas de crédito que têm como foco o público empreendedor feminino.

São duas linhas especiais de microcrédito, voltadas para mulheres empreendedoras, que têm como objetivo fortalecer o apoio do banco às micro e pequenas empreendedoras do Espírito Santo: as linhas Microcrédito Juntas – Pessoa Física (PF) e Microcrédito Juntas – Pessoa Jurídica (PJ), que fazem parte do Projeto Crescemos Juntas, consolidado em parceria com o Governo do Estado, por meio da Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes). O projeto Crescemos Juntas faz parte do Programa Agenda Mulher, lançado em setembro de 2019, e coordenado pela Vice-Governadoria do Estado.

Com taxas de juros a partir de 0,89% ao mês, as duas linhas de crédito oferecem, atualmente, umas das melhores condições em taxas de juros e prazo para pagamento para o público empreendedor, sendo uma para atender a empreendedora informal e a outra para empreendedoras formais.

Além disso, o acesso às duas linhas de crédito foi ampliado. A partir de agora, empreendedoras que realizarem capacitações da Aderes, do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/ES), de Prefeituras Municipais ou da Rede Fortalece de Empreendedorismo Periférico (www.fortalece.com.br) também poderão ter acesso às linhas Microcrédito Juntas, além daquelas que realizarem capacitações do Governo do Estado, como a trilha de empreendedorismo ofertada pelo Programa Agenda Mulher e do programa Qualificar/ES.

Um dos requisitos para a contratação é que o curso ou a capacitação realizada pela empreendedora esteja ligado à gestão do negócio, a empreendedorismo e/ou de formação na área na qual a mulher empreendedora pretende atuar ou já atua, e deve ter carga horária mínima de 03 (três) horas. Além disso, deve ter sido realizado nos últimos 06 (seis) meses antes da solicitação do crédito, que deverá ser feita com um agente do Programa Nossocrédito. A concessão do crédito estará sujeita às análises cadastrais e de crédito das empreendedoras a serem atendidas.

O diretor-presidente do Banestes, Amarildo Casagrande, considera a iniciativa uma importante forma de fortalecer o empreendedorismo feminino capixaba. “O Microcrédito é uma importante ferramenta para que as mulheres iniciem ou ampliem sua jornada como empreendedoras. O produto representa geração de oportunidades, de desenvolvimento e de independência financeira, e os números comprovam o potencial existente para atendimento às micro e pequenas empreendedoras capixabas. Somente em 2021, foram efetivados 2.356 contratos, totalizando o valor de R$ 22,2 milhões para mulheres empreendedoras no âmbito do Programa Nossocrédito. O Banestes tem grande orgulho de estar à frente de iniciativas como essa”, destacou o presidente Amarildo Casagrande.

O incentivo à formalização de empreendedoras em situação de informalidade também é um dos objetivos da reformulação do programa de microcrédito para o público feminino. “Com a oferta de condições diferenciadas, as linhas de microcrédito promovem o incentivo para que as mulheres empreendedoras busquem orientações e capacitações, para que haja acesso ao crédito adequado e sustentável, e também para que busquem a formalização de seus negócios e, com isso, tenham acesso a crédito ainda mais acessível. Esta ação reforça ainda mais o papel social do Banestes perante o mercado capixaba, e proporciona empoderamento e incentivo ao protagonismo das empreendedoras capixabas”, explicou a gerente de Microcrédito do Banestes, Daniela Lana.

Saiba mais – Linhas especiais de microcrédito para mulheres empreendedoras, operadas pelo Banestes:

Linha Microcrédito Juntas – Pessoa Física (PF):

  • Público-alvo: empreendedoras autônomas, informais ou profissionais liberais.
  • Valor máximo de contratação: até R$ 15.000,00 (quinze mil), conforme análise de cadastro e perfil.
  • Prazo máximo: até 36 meses, incluindo prazo de carência.
  • Carência: até 04 meses.
  • Taxas de juros: a partir de 0,99% ao mês.

Linha Microcrédito Juntas – Pessoa Jurídica (PJ):

  • Público-alvo:  empreendedoras formalizadas (com CNPJ).
  • Valor máximo de contratação: até R$ 21.000,00 (vinte e um mil), conforme análise de cadastro e perfil.
  • Prazo máximo: até 36 meses, incluindo prazo de carência.
  • Carência: até 06 meses.
  • Taxas de juros: a partir de 0,89% ao mês.

As empreendedoras interessadas em realizar a contratação deverão entrar em contato com o agente de crédito do Programa Nossocrédito de seu município. Este é o primeiro passo para a análise de concessão de crédito. Mais informações estão disponíveis em https://aderes.es.gov.br/contato-dos-agentes-de-credito.

Informações da Assessoria de Comunicação do Banestes

Veja também

© Marcos Oliveira/Agência Senado

Senado aprova novas regras para emendas de relator

© Reuteres/Sergio Moraes/Direitos reservados

Comitê recomenda que réveillon no Rio de Janeiro seja mantido

© Bruno Corsino/ACG/Direitos Reservados

Atlético-GO derrota Bahia e se afasta do Z4 do Brasileiro

© Geovana Albuquerque/Agência Saúde DF

SP usará vacina da Pfizer como segunda dose em quem recebeu a Janssen

© Rovena Rosa/Agência Brasil

Covid-19: Brasil tem 22 milhões de casos e 614,3 mil mortes

© Guilherme Mansueto/Magnus Futsal/Direitos Reservados

LNF: Magnus supera Foz Cataratas e vai à final pelo 3º ano seguido

Café em Itarana

Polícia Militar recupera carga de café roubada em Itarana

© Marina Ramos/Câmara dos Deputados

Câmara aprova medidas de transparência e teto para orçamento secreto