Atendimento a gestantes é suspenso no hospital de Domingos Martins

Publicado em 24/06/2022 às 18:05

Compartilhe

Grávida no hospital

Texto: Julio Huber / Foto: Divulgação

Após diversas reclamações de gestantes sobre a falta de atendimento no Hospital e Maternidade Dr. Arthur Gerhardth (HMAG), em Domingos Martins, a direção da Fundação Hospitalar e de Assistência Social de Domingos Martins (Fhasdomar), mantenedora do hospital, resolveu suspender totalmente os atendimentos a grávidas.

De acordo com a nota oficial assinada pela gestora do hospital, Lays Santana, “as gestantes continuarão sendo recebidas e avaliadas em nosso hospital, e caso necessário serão encaminhadas para a Maternidade Pró-Matre, em Vitória, objetivando garantir que terão todos os profissionais para a assistência ao parto”.

De acordo com Lays Santana, a decisão de transferência das gestantes para a Pro-Matre, que pertence à Santa Casa de Misericórdia de Vitória, visa “o melhor atendimento, com foco na segurança da gestante e do bebê”.

A nota ainda cita que o hospital está passando por um período de transição para que seja incorporado pela Santa Casa de Misericórdia de Vitória. “Toda adequação da equipe médica será realizada de maneira que a situação possa se normalizar o quanto antes. Contamos com a compreensão de todos nesse momento. Todas as medidas que estão sendo tomadas visam a recuperação e manutenção do nosso hospital”, finaliza a nota.

RECLAMAÇÕES – Desde o início desta semana, o portal Montanhas Capixabas tem recebido reclamações sobre demoras no atendimento a pacientes no HMAG. Uma das pacientes é Camily Vitória dos Santos Medeiros, moradora do distrito de Santa Isabel, que está grávida há quase 40 semanas, e sente dores constantes.

Geania Cordeiro dos Santos Emenes, mãe de Camily, contou que foi até o hospital com a filha, mas o médico de plantão apenas indicou que ela tomasse remédios para dor, e a liberou para voltar para sua casa. Entretanto, como a dor não passou, ela retornou ao hospital, e a informação foi a mesma.

Durante o dia de ontem ela foi atendida novamente. “Não tinha pediatra de plantão, mas a ginecologista falou que se tiver dor, seria melhor ir para Vitória, porque aqui não tem pediatra. Mais uma vez passaram remédio para dor, mas minha filha sofre dia e noite de dor e os remédios não fazem efeito”, reclamou.

Outro caso foi o da gestante Priscila Mourenço de Souza, moradora do distrito de Biriricas. Segundo o marido dela, Claudinei Alves Machado, o Bill Machado, após esperar várias horas no hospital para ser atendida, mesmo sentindo contrações, a grávida foi avaliada e liberada. “A médica avaliou e mandou irmos embora para casa. Ela falou que não adiantaria mais voltar ao hospital se tivesse passando mal, e que seria melhor irmos para Vitória”, contou.

O casal resolveu ir para a Grande Vitória em busca de atendimento. Priscila foi inicialmente atendida em uma maternidade de Cariacica, mas após ser avaliada, os médicos disseram que ela teria que retornar para ser atendida no hospital de Domingos Martins. Na manhã de hoje ela foi atendida em uma maternidade em Soteco, Vila Velha. No início da noite Priscila entrou em trabalho de parto.

Incorporação pela Santa Casa ainda não foi concluída

Após a aprovação de incorporação HMAG pela Santa Casa de Misericórdia de Vitória, foi iniciado um levantamento da real situação do hospital para que seja assinado o contrato de incorporação, que é o instrumento pelo qual a Santa Casa passará a gerir o hospital.

Desde a assembleia geral em que membros da Fhasdomar aprovoram a incorporação – no dia 9 de março -, uma comissão eleita pela entidade está auxiliando a equipe da Santa Casa no levantamento de informações relacionadas à atual situação do hospital, como a contabilização das dívidas milionárias que se acumularam nos últimos anos.

Enquanto isso, visando a continuidade dos serviços de saúde no hospital, foi solicitado à Santa Casa um acordo de cooperação para que o grupo hospitalar possa auxiliar com alguns assuntos urgentes e fundamentais para o funcionamento do HMAG. “Estamos empenhando todos os esforços para que sejam realizadas as atividades necessárias para o funcionamento do hospital e para a incorporação pela Santa Casa”, informou a presidente da comissão eleita pela Fhasdomar, Lays Santana.

Segundo ela, a Fundação se prepara para a assembleia de prestação de contas de 2021 e aprovação do laudo de incorporação, o que deverá ocorrer nos próximos dias. Somente após essa assembleia serão divulgados os números auditados do total da dívida do HMAG.

“Devido à situação emergencial que o hospital se encontra, no momento estamos tratando apenas as questões essenciais. Após essa fase, certamente a Santa Casa irá incrementar os serviços ofertados à população, trazendo tecnologia, bons profissionais e novas especialidades”, afirmou.

Veja também

Estudantes-aprendem-a-utilizarem-cascas-de-frutas-e-legumes-em-Marechal-Floriano

Estudantes aprendem a utilizarem cascas de frutas e legumes em Marechal Floriano

Bairro-Alto-Marechal-ganhara-obras-de-reurbanizacao-nos-proximos-dias

Bairro Alto Marechal ganhará obras de reurbanização nos próximos dias

Onibus-do-Hemoes-fara-coleta-de-sangue-em-Afonso-Claudio

Ônibus do Hemoes fará coleta de sangue em Afonso Cláudio

Domingos-Martins-recebe-recursos-do-Governo-do-Estado-para-editais-na-area-cultural

Domingos Martins recebe recursos do Governo do Estado para editais na área cultural

Campanha-eleitoral-comeca-hoje-16-nas-ruas-do-pais

Campanha eleitoral começa hoje (16) nas ruas do país

Conselho-de-Assistencia-Social-fara-eleicao-de-novos-membros-em-Domingos-Martins

Conselho de Assistência Social fará eleição de novos membros em Domingos Martins

Semana-sera-de-frio-e-chuva-em-boa-parte-do-Brasil

Semana será de frio e chuva em boa parte do Brasil

Ministerio-da-Saude-ativa-Sala-de-Situacao-para-combate-do-sarampo-no-Pais

Ministério da Saúde ativa Sala de Situação para combate do sarampo no País