Apenas duas placas entre Marechal Floriano e Vitória advertem sobre uso de faróis baixos

Publicado em 20/12/2016 às 13:10

Compartilhe

Nos 46 quilômetros da Rodovia BR-262 e BR-101 que separam Marechal Floriano de Vitória, apenas duas placas em sentidos contrários, próximas ao posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Viana, advertem os condutores sobre o uso do farol baixo dos seus veículos.

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) informou na tarde desta segunda-feira (19) por meio da sua assessoria de comunicação, que não há previsão de instalação de novas placas na Rodovia BR-262.

Os motoristas deverão a partir de agora ligar os faróis dos veículos que conduzem pela Rodovia BR-262 para evitar a multa. O inspetor Bubach, da PRF de Viana, adverte os condutores para que não esqueçam de ligar o farol baixo ao saírem da garagem. “Ligue logo que sair de casa e garanta a viagem tranquila nas vias federais”.

O lavrador Luiz Antônio Schlemer disse que mandou instalar um sistema automático na sua caminhonete. “Não vou esperar por placas na estrada. Já vi no site Montanhas Capixabas e nas redes de televisão que haverá multas. Não vou dar bobeira”, disse.

Veja também

cultura-15-07-ft-div-festival-de-inverso-Vanessa-Damata

Assista como foi o primeiro final de semana do Festival de Inverno de Domingos Martins

agro-15-07-ft-divulgacao-queijo-Domingos-Martins

Domingos Martins tem queijo medalha de ouro em concurso nacional

brasil-15-07-ft-reproducao-arquivo-pessoal-portal-ig

Picada de aranha mata turista na Bahia e amigo da vítima acusa restaurante

mundo-15-07-ft-divulgacao-Roberto-Cardassi

Empresário brasileiro suspeito de dar golpe de R$ 160 milhões é detido em Portugal

mat-paga-15-07-mundo-aviator

Os Melhores Jogos Crash Online – Diversão e Lucros Garantidos

mat-paga-15-07-ft-istockiphoto

O Papel da Psicologia nas Apostas

esporte-15-07-ft-div-gov-es-ginastas-capixabas

Dupla capixaba da ginástica rítmica garante pódio por equipe em última competição antes da Olimpíada

saude-15-07-ft-div-SESA-cirurgia

Espírito Santo soma mais de 70 mil cirurgias eletivas realizadas neste ano