Estreia em Vitória espetáculo de dança contemporânea inspirado nas Paneleiras de Goiabeiras

Publicado em 15/05/2024 às 11:19

Compartilhe

cultura-15-05-ft-div-gov-es-espetaculo

Foto: Divulgação

Serão realizadas neste sábado (18) e domingo (19) as duas apresentações de estreia do espetáculo de dança “Búredì”, desenvolvido pela companhia de dança contemporânea capixaba Projeto EluzArtes e inspirado no trabalho das tradicionais Paneleiras de Goiabeiras. O espetáculo começa às 19h nas duas datas, na Casa da Música Sônia Cabral, Centro de Vitória, com entrada franca.

A produção teve início em 2023, contando com a realização de duas visitas técnicas, duas residências artísticas e várias oficinas presenciais e digitais, sempre com a intensa presença da coreógrafa contratada para o projeto, a renomada multiartista carioca Giselda Fernandes. “Búredì” conta com recursos do Fundo de Cultura do Estado do Espírito Santo (Funcultura), da Secretaria da Cultura (Secult).

Inspirado no trabalho das paneleiras, o espetáculo é sobre mulheres. “É um mergulho na diversidade das bailarinas intérpretes do Projeto EluzArtes,  criando uma atmosfera ritualística”, afirma a dançarina Lalau Martins, idealizadora e realizadora do “Búredì”. Criada em Vitória em 2009, a companhia de dança profissional Projeto EluzArtes é referência por focar na maturidade das integrantes, explorando seus corpos em movimento, com diversas linguagens.

Para desenvolver o espetáculo, a companhia contratou Giselda Fernandes, que desenvolve e aplica uma metodologia própria em oficinas de dança com objeto, chamada “objeto-partner”. “As panelas de barro são nossos ‘objetos-partner’. Búredì é uma palavra da língua iorubá que significa ‘aquela que faz panela com as mãos’”, explica Lalau Martins.

Já Giselda Fernandes destaca que o espetáculo não vai falar das paneleiras especificamente. “Não queremos nem podemos fazer isso. Mas, inspiradas no trabalho delas, na memória delas, na coragem delas, temos um espetáculo que cria um ritual, liberando o movimento das próprias bailarinas intérpretes, com suas idades variadas, com suas trajetórias variadas. É sobre a força feminina, o movimento feminino. É um espetáculo surpreendente e potente porque estas mulheres, estas bailarinas do Projeto EluzArtes, são diversas, e diversidade é potência”, explica a coreógrafa.

As bailarinas do Projeto EluzArtes são Bartira Zanotelli, Eluza Santos (diretora-geral do Projeto EluzArtes), Isabella Ferreira, Lalau Martins, Maria Helena Braga, Meryele Stinghel e Valéria Calmon. O projeto “Búredì” conta ainda com produção de Gabriela Prado; fotos e vídeos de Penny Kopernick e Niara Chaves; trilha sonora de Mfive; iluminação de Maytê Hensso; assessoria de imprensa de Altercom Comunicação Empresarial; e apoio do Museu Capixaba do Negro (Mucane), da Escola CriDança e do Alma Andaluza Estúdio de Dança.

Serviço:
Espetáculo de dança “Búredì”
Quando: 18/05 (sábado) e 19/05 (domingo)
Horário: às 19h
Local: Casa da Música Sônia Cabral, Praça João Clímaco, Centro, Vitória.
Entrada gratuita
Classificação indicativa: 14 anos
Telefone: (27) 3132-8399

Fonte: Governo ES

Veja também

cafes-es

Cafés do Espírito Santo no topo do Prêmio Artesanal de Cafés Especiais Torrados

cafe-conilon

Produção de café conilon deve ser a 3ª maior na série histórica no Espírito Santo

Pesquisa-utiliza-biocarvao-de-casca-de-laranjeira-e-eucalipto-para-filtrar-esgoto

Pesquisa utiliza biocarvão de casca de laranjeira e eucalipto para filtrar esgoto

roberto-kautsky-1

Roberto Anselmo Kautsky: o botânico capixaba que revelou ao mundo a beleza das orquídeas do Espírito Santo

Programa-Saude-na-Escola-leva-conscientizacao-e-cuidados-a-criancas-e-adolescentes-em-todo-Estado

Programa Saúde na Escola leva conscientização e cuidados a crianças e adolescentes em todo Estado

Recorde-nas-exportacoes-do-agro-capixaba-no-1o-quadrimestre-de-2024

Recorde nas exportações do agro capixaba no 1º quadrimestre de 2024

Mulheres-Positivas-abre-periodo-de-indicacoes-para-premio-voltado-a-empreendedoras-no-Agro

Mulheres Positivas abre período de indicações para prêmio voltado à empreendedoras no Agro

brasil-24-05-ft-Rafa-Neddermeyer-abrigo-chuvas-sul

Pessoas físicas doam R$ 35 mi do IR para fundos do Rio Grande do Sul