Acesso para a nova rua em Marechal Floriano está sendo preparado

Publicado em 14/05/2021 às 10:59

Compartilhe

Uma equipe de servidores da Prefeitura de Marechal Floriano iniciou, na manhã desta sexta-feira (14), o corte dos capins altos para facilitar o acesso dos equipamentos que espalharão cascalho no local onde será construída uma nova rua, ao lado da Avenida Arthur Haese, na sede.

O secretário de Interior e Transportes, Aldeir Endlich, que está à frente dos trabalhos, comentou que as máquinas ainda não puderam prestar o apoio necessário na futura obra da estrada. “Elas não podem sair ainda do interior de Marechal Floriano, onde as tempestades destruíram muitas matas e jogaram as árvores para as estradas”.

Endlich comentou ainda que o serviço para construção da nova via pública deverá ser realizado em um período de rapidez porque não há subidas ou descidas no pequeno trecho que possui qualidade para receber o calçamento do piso. “Estamos no aguardo da limpeza local e da vinda das máquinas para raspar a lama”, disse.

O morador da região, Adeilson Campos disse que caminha diariamente pelo trecho onde será construída a nova via pública, ao lado da Avenida Arthur Haese. “O local será excelente até para a saída dos socorristas do Corpo de Bombeiros e do Samu”, acrescentou.

 

Veja também

© Breno Esaki/Secretaria de Saúde do Distrito Federal

Sociedade Brasileira de Pediatria defende vacinação em adolescentes

96662

Arábia Saudita retoma importações de carne bovina do Brasil

96660

Talibã reabre escolas neste sábado; apenas meninos poderão comparecer

96658

Vale vai pagar R$ 40,2 bilhões em dividendos

© Reuters/Ricardo Moraes/Direitos Reservados

Prefeitura do Rio libera público nos estádios com metade da ocupação

© Pacific Press/via REUTERS/Direitos Reservados

Duas cidades mineiras passam a fazer parte de ensaios com a ButanVac

© Reuters/Eric Seals/Direitos reservados

Anvisa pede inclusão de eventos adversos na bula da vacina da Janssen

96650

46 milhões de lares não têm renda do trabalho no Brasil, diz Ipea