Aberto da Austrália hesita sobre atuação de tenistas não vacinados

Publicado em 26/10/2021 às 12:21

Compartilhe

© REUTERS/Thomas Peter/Direitos Reservados


Dividida entre o amor pelo esporte, temores com a saúde pública e a busca de um recorde de Grand Slam de Novak Djokovic, a Austrália está sofrendo uma crise de hesitação enquanto estuda se tenistas que não se vacinaram contra a covid-19 deveriam ter permissão de competir no Aberto da Austrália.

Para as autoridades encarregadas de tomar tais decisões, a bola parece estar na quadra dos outros.

Depois de meses de especulação, a posição finalmente parecia clara na semana passada, quando o ministro da Imigração australiano, Alex Hawke, disse que os tenistas terão que estar duplamente vacinados para entrar no país.

Mas quatro dias depois as águas voltaram a ficar turvas quando um e-mail vazado da Associação de Tênis Feminino (WTA) informou que tenistas que não se vacinaram seriam bem-vindas se estivessem dispostas a passar 14 dias em quarentena.

O escritório de Hawkes não quis comentar a carta da WTA, mas outras autoridades minam o comunicado do ministro desde então, dizendo que a questão está longe de estar definida.

“Não cabe a mim [decidir] se eles serão aceitos no país, mas se forem, administraremos este risco”, disse Daniel Andrews, que comanda o governo do Estado de Victoria e é veementemente contra a entrada dos que não se vacinaram, na terça-feira (26).

Djokovic, tenista número um do mundo, recusa-se a revelar sua situação vacinal e disse na semana passada que pode não jogar em Melbourne Park, “as coisas estando como estão”.

Veja também

107698

Gato chinês faz abdominais e vira sucesso nas redes sociais

© Roque de Sá/Agência Senado

Senado aprova medida provisória que cria Auxílio Brasil

vacinação

Covid-19: Sexta-feira (03) é dia de vacinação sem agendamento no Centro de Domingos Martins

© Divulgação/IHF/Direitos Reservados

Handebol: em renovação, Brasil larga com vitória no Mundial feminino

© Reuters/Adnan Abidi/Direitos reservados

Jornalista diz que WTA coage Peng Shuai ao suspender torneios na China

© Reprodução/YouTube IPC/Direitos Reservados

Mariana D'Andrea leva prata no Mundial de halterofilismo paralímpico

107684

Senado aprova MP que cria o Auxílio Brasil, financiado pela PEC dos Precatórios

107682

Banco Central lança desafio para melhorar o real digital