Três capixabas são finalistas no Prêmio Brasil Artesanal de Cafés Especiais Torrados

Publicado em 11/05/2024 às 03:49

Compartilhe

cafe-artesanal

Julio Hube

Três dos cinco finalistas na categoria Arábica do Prêmio CNA Brasil Artesanal 2024 – Cafés Especiais Torrados, são do Espírito Santo: Manoel Protazio de Abreu – Café Família Protazio, de Dores do Rio Preto; Thiago Dias Douro – Douro Cafés Especiais, de Marechal Floriano e Emílio Messias Horst – Café do Príncipe, de Iúna, são os finalistas do Espírito Santo.

Completam a lista dos cinco finalistas da categoria Arábica o produtor Sidney Portilho, do Portilho Cafés Especiais, do município mineiro de Luisburgo e Michel Cristiano da Silva, da Doce Cafeina, do município de Cristina (MG).

Na categoria Canéfora, todos os cinco finalistas são de Rondônia. São eles: João Alves da Cruz – Café da Luz, de Cacoal; Marcelo Santos Lopes – Café Canindé, de Rolim de Moura; Angela Maria Coutinho Pessoa – Café Sauá, de Seringueiras; e Everaldo Gato da Silva – Sonho Real e Hel Cafés Especiais, ambos de Novo Horizonte do Oeste.

O prêmio é realizado pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). Os jurados estiveram reunidos em Brasília, durante quatro dias, para avaliar 232 amostras de cafés especiais. Foram selecionados os dez melhores cafés especiais do prêmio, cinco na categoria Arábica e cinco na Canéfora (conilon e robusta).

Agora, os finalistas serão avaliados por um júri popular, na próxima semana. A última etapa do concurso é a análise das histórias dos participantes. Os primeiros colocados vão receber prêmios em dinheiro, certificados e selos, com cerimônia programada para o próximo dia 23.

Toda a avaliação utilizou metodologia da Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic) e foi realizada sem identificação das amostras. Cada jurado recebeu um tablet e, ao acessar o código, obteve acesso a um ambiente de avaliação do produto para atribuir as notas.

O Prêmio é uma iniciativa das ações do Programa de Alimentos Artesanais e Tradicionais da CNA, que oferece soluções e alternativas ao pequeno e médio produtor rural que auxiliem na sua profissionalização e na capacidade de agregar valor a esses tipos de alimentos.

De acordo com a assessora técnica da CNA, Fernanda Regina, o concurso traz valorização ao produtor e promove o reconhecimento do café especial pelo consumidor final. O prêmio de cafés especiais torrados é uma realização da CNA em parceria com a Abic e Helga Andrade – Especialista em Cafés.

Fonte: CNA

Veja também

cafes-es

Cafés do Espírito Santo no topo do Prêmio Artesanal de Cafés Especiais Torrados

cafe-conilon

Produção de café conilon deve ser a 3ª maior na série histórica no Espírito Santo

Pesquisa-utiliza-biocarvao-de-casca-de-laranjeira-e-eucalipto-para-filtrar-esgoto

Pesquisa utiliza biocarvão de casca de laranjeira e eucalipto para filtrar esgoto

roberto-kautsky-1

Roberto Anselmo Kautsky: o botânico capixaba que revelou ao mundo a beleza das orquídeas do Espírito Santo

Programa-Saude-na-Escola-leva-conscientizacao-e-cuidados-a-criancas-e-adolescentes-em-todo-Estado

Programa Saúde na Escola leva conscientização e cuidados a crianças e adolescentes em todo Estado

Recorde-nas-exportacoes-do-agro-capixaba-no-1o-quadrimestre-de-2024

Recorde nas exportações do agro capixaba no 1º quadrimestre de 2024

Mulheres-Positivas-abre-periodo-de-indicacoes-para-premio-voltado-a-empreendedoras-no-Agro

Mulheres Positivas abre período de indicações para prêmio voltado à empreendedoras no Agro

brasil-24-05-ft-Rafa-Neddermeyer-abrigo-chuvas-sul

Pessoas físicas doam R$ 35 mi do IR para fundos do Rio Grande do Sul