Mont_Capixabas-Coluna_Diversidade 2-02

Coluna Diversidade

Todos somos seres humanos

Publicado em 15/04/2024 às 14:07

Compartilhe

WhatsApp-Image-2024-01-24-at-13.56.47-2

É importante educar a sociedade sobre as questões relacionadas às deficiências, desmistificando estereótipos e preconceitos.

Pessoas com deficiência são antes de tudo pessoas, com direitos, talentos e potenciais únicos. É fundamental reconhecer e respeitar a individualidade, sem rotular ou diminuí-las por conta de suas diferenças.

É importante que as pessoas com deficiência sejam representadas e tenham voz em todos os setores da sociedade. Foto: Freepik

O uso do termo “portador de deficiência” ou “portador de necessidades especiais” pode transmitir uma ideia de que a deficiência é algo que a pessoa carrega ou possui, como se fosse uma doença ou um fardo. No entanto, a deficiência não define a identidade de uma pessoa, e não deve ser tratada como algo negativo.

Ao utilizar a expressão “pessoa com deficiência” ou “PCD”, reconhecemos a importância de colocar a pessoa em primeiro lugar, enfatizando sua humanidade e valorizando sua individualidade. Isso contribui para promover a inclusão e o respeito aos direitos das pessoas com deficiência.

É importante lembrar que a linguagem tem um papel fundamental na forma como percebemos e nos relacionamos com as pessoas. Ao adotar uma linguagem inclusiva e respeitosa, estamos contribuindo para uma sociedade mais igualitária e acolhedora para todos.

Além de utilizar a terminologia correta, existem outras maneiras de promover a inclusão e o respeito às pessoas com deficiência, como a sensibilização e a conscientização. É importante educar a sociedade sobre as questões relacionadas às deficiências, desmistificando estereótipos e preconceitos. Promover a sensibilização por meio de campanhas, palestras e atividades pode ajudar a criar empatia e compreensão. Os meios de comunicação, como já foi dito numa outra coluna, têm papel fundamental nesta grande missão. 

Garantir a acessibilidade em espaços públicos, transporte, comunicação e tecnologia é essencial para que as pessoas com deficiência possam participar plenamente da sociedade. Isso inclui rampas, elevadores, sinalização adequada, legendas em vídeos, entre outros recursos que facilitam o acesso e a comunicação.

As empresas devem adotar políticas inclusivas, valorizando as habilidades e competências das pessoas com deficiência. Isso envolve adaptar o ambiente de trabalho, oferecer treinamentos e oportunidades de carreira, e combater o preconceito e a discriminação. A sociedade na totalidade, por exemplo, deve fazer um exercício diário importantíssimo, que é sempre focar nas potencialidades das pessoas com deficiência, ao invés de fazer isso com suas limitações. 

É importante que as pessoas com deficiência sejam representadas e tenham voz em todos os setores da sociedade. Isso inclui a mídia, o governo, as organizações e os espaços de tomada de decisão. A diversidade de perspectivas enriquece o debate e promove uma sociedade mais inclusiva e democrática. Governos devem implementar políticas e legislações que garantam os direitos das pessoas com deficiência, como a acessibilidade, o acesso à educação, à saúde, ao trabalho e à igualdade de oportunidades. É fundamental que essas políticas sejam efetivamente implementadas e fiscalizadas.

Essas são apenas algumas sugestões para promover a inclusão e o respeito às pessoas com deficiência. Cada um de nós pode fazer a diferença ao adotar atitudes inclusivas em nosso dia a dia e apoiar iniciativas que visem a igualdade e a valorização de todos os seres humanos.

Marcel Andrade Carone – Jornalista, apresentador de TV, empresário, ativista social comprometido com a inclusão, embaixador da Vitória Down, idealizador da “Brigada 21” e do “Pelotão 21”.
É diplomado pela Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG) e comendador do 38° Batalhão de Infantaria do Exército Brasileiro.

Veja também

cafes-es

Cafés do Espírito Santo no topo do Prêmio Artesanal de Cafés Especiais Torrados

cafe-conilon

Produção de café conilon deve ser a 3ª maior na série histórica no Espírito Santo

Pesquisa-utiliza-biocarvao-de-casca-de-laranjeira-e-eucalipto-para-filtrar-esgoto

Pesquisa utiliza biocarvão de casca de laranjeira e eucalipto para filtrar esgoto

roberto-kautsky-1

Roberto Anselmo Kautsky: o botânico capixaba que revelou ao mundo a beleza das orquídeas do Espírito Santo

Programa-Saude-na-Escola-leva-conscientizacao-e-cuidados-a-criancas-e-adolescentes-em-todo-Estado

Programa Saúde na Escola leva conscientização e cuidados a crianças e adolescentes em todo Estado

Recorde-nas-exportacoes-do-agro-capixaba-no-1o-quadrimestre-de-2024

Recorde nas exportações do agro capixaba no 1º quadrimestre de 2024

Mulheres-Positivas-abre-periodo-de-indicacoes-para-premio-voltado-a-empreendedoras-no-Agro

Mulheres Positivas abre período de indicações para prêmio voltado à empreendedoras no Agro

brasil-24-05-ft-Rafa-Neddermeyer-abrigo-chuvas-sul

Pessoas físicas doam R$ 35 mi do IR para fundos do Rio Grande do Sul

Últimos artigos de Coluna Diversidade