TIM, Vivo e Claro são multadas pelo Procon em quase R$ 30 milhões

Publicado em 11/10/2021 às 17:20

Compartilhe

100001


source
Interrupção dos serviços deve ser alertada e ressarcida
Unsplash/Jenny Ueberberg

Interrupção dos serviços deve ser alertada e ressarcida

TIM, Vivo e Claro foram multadas pelo Procon Carioca por falhas na comunicação e no ressarcimento automático ao consumidor quando há interrupção na prestação de serviços de telecomunicações.

Somadas, as multas chegam a quase R$ 30 milhões, sendo a punição de Claro e TIM próximo aos R$ 11 milhões cada uma, e da Vivo de cerca de R$ 7 milhões. As empresas ainda podem recorrer administrativamente e judicialmente contra as multas.

Segundo o Procon Carioca, a conduta das operadoras fere não só o Código de Defesa do Consumidor mas também as normas da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) previstas para casos de falhas na prestação de serviços.

“O consumidor, além de ter uma informação clara e objetiva acerca das paralisações ou suspensões, programadas ou não, deve ser informado sobre a possibilidade de ressarcimetno e receber esse abatimento de forma automática”, destaca o diretor executivo do Procon Carioca, Igor Costa.

Procurada, a Vivo disse ainda não ter sido notificada da multa. A Claro também informou não ter sido notificada. A operadora afirma que observa a legislação vigente e as normas da Anatel, além de manter “rigorosas políticas de ética e qualidade com foco na experiência do cliente”. A TIM não respondeu até o momento.

Veja também

© Washington Alves/COB/Direitos Reservados

Basquete: Brasil derrota Chile nas Eliminatórias da Copa do Mundo

© Marcello Casal JrAgência Brasil

Covid-19: ministro anuncia proibição de voos oriundos de seis países

© Felipe Oliveira/EC Bahia/Direitos Reservados

Brasileiro: Bahia derrota Grêmio por 3 a 1 e deixa Z4

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Não há casos da nova variante identificados no Brasil, diz ministério

© Fernando Brito/MS

Fiocruz pede inclusão de BioManguinhos como produtor de IFA nacional

106933

Chineses ignoram governo e usam criptomoedas para mandar dinheiro para o Japão

106931

INSS: Normas temporárias para concessão de auxílio é constitucional, decide STF

106929

Campos Neto diz que inflação vai melhorar a partir de 2022