Testes rápidos ainda nos primeiros dias de vida podem identificar alterações na saúde do bebê

Publicado em 18/11/2022 às 15:44

Compartilhe

Testes-rapidos-ainda-nos-primeiros-dias-de-vida-podem-identificar-alteracoes-na-saude-do-bebe

No Brasil, aproximadamente 3 milhões de crianças nascem por ano nas mais de 4,7 mil maternidades públicas e privadas. Os cuidados com a saúde começam ainda durante a gestação, a partir do pré-natal. O acompanhamento médico possibilita a identificação de problemas e riscos em tempo oportuno para possíveis intervenções. Logo após o nascimento, pesagem, medição e análise clínica do bebê dão continuidade à promoção da saúde da criança. 

Também é realizada a coleta de sangue através do cordão umbilical. A Tipagem Sanguínea ajuda a identificar risco de incompatibilidade sanguínea entre a mãe e a criança. Isso acontece quando a mãe tem RH negativo e o bebê RH positivo ou, ainda, quando a mãe tem tipo sanguíneo O e a criança tem tipo A ou B. 

Nos primeiros dias de vida, o bebê passa por uma série de testes. Conheça alguns dos exames disponíveis no Sistema Único de Saúde, que podem detectar precocemente uma série de doenças, garantindo os cuidados necessários ao recém-nascido: 

Teste do Pezinho 

É a coleta de gotas de sangue dos pés do bebê. O exame deve ser realizado entre o 3º e 5º dia de vida do recém-nascido. Atualmente, é possível identificar até seis doenças com o Teste do Pezinho: fenilcetonúria, hipotireoidismo congênito, síndromes falciformes, fibrose cística, hiperplasia adrenal congênita e deficiência de biotinidase. 

Teste da Orelhinha 

Auxilia na identificação de problemas auditivos de forma precoce. No exame, o médico utiliza um aparelho para produzir estímulos sonoros e avaliar as estruturas internas do ouvido do bebê. 

Teste do Olhinho 

Identifica precocemente possíveis deficiências visuais. O pediatra projeta uma luz nos olhos do bebê com um pequeno aparelho. Se a luz refletida no fundo do olho for avermelhada, alaranjada ou amarelada, a visão da criança está saudável. No entanto, se a luz refletida for esbranquiçada ou tiver alterações no formato, a criança deve ser encaminhada para uma avaliação oftalmológica especializada. 

Teste do Coraçãozinho

Deve ser realizado entre 24 e 48 horas após o nascimento, antes da alta hospitalar. O exame clínico consiste em medir a quantidade de oxigênio no sangue e os batimentos cardíacos do bebê, a partir do uso de um aparelho chamado oxímetro de pulso. Com ele, é possível identificar possíveis alterações congênitas.

Teste da Linguinha

Identifica precocemente alterações no frênulo lingual, que podem restringir em diferentes graus os movimentos da língua. O frênulo é a membrana que liga a parte inferior da língua à base da boca. Alterações podem dificultar o processo de amamentação. 

Com informações do Ministério da Saúde

Fonte: Governo ES

Veja também

geral-17-06-ft-Ricardo-Medeiros-terceira-ponte

Governo do Estado inicia remoção das cabines da Terceira Ponte

saude-17-06-ft-sesa

Neurocirurgia transformadora: a jornada de dona Florentina para recuperar a fala e a mobilidade

geral-17-06-ft-Reproducao-Agencia-Brasil-termometro

Inverno começa nesta semana com temperaturas acima da média

politica-17-06-ft-Paulo-Pinto-Agencia-Brasil-pl-aborto

Após PL do aborto na Câmara, Senado discute o tema nesta segunda-feira

brasil-17-06-ft-reproducao-chuvas-RS

Ministro presta suporte após temporal em São Luiz Gonzaga, no Rio Grande do Sul

producao-industrial

Produção industrial cresce 6,2% no Espírito Santo

incendio-instalacao-eletrica

Saiba como evitar incêndios em instalações elétricas

agricultura-familiar

Governo e Assembleia anunciam investimento de R$5 milhões na Agricultura Familiar