Suspeito de assassinato de presidente do Haiti morre em decorrência da Covid-19

Publicado em 18/11/2021 às 12:21

Compartilhe

105716


source
Presidente do Haiti, Jovenel Moise
Valerie Baeriswy

Presidente do Haiti, Jovenel Moise

Morreu por complicações de Covid-19 Gilberto Dragon, de 52 anos, um dos suspeitos de participação no  assassinato do presidente do Haiti Jovenel Moise, em julho deste ano.  A informação foi dada pela esposa do suspeito, segundo a Reuters .

O acusado havia sido transferido da prisão para um hospital após apresentar sintomas da doença causada pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2). Ele teve uma parada cardíaca e não resistiu.

Gilberto Dragon era um ex-comissário de polícia. Em agosto deste ano, a polícia do Haiti disse que Dragon havia tido contato com outros suspeitos na noite do assassinato de Moise. Ele teria ajudado a planejar o crime.

A esposa de Dragon diz que a prisão foi injusta e que ele estava dormindo em casa no momento do crime.

Mais de 30 pessoas já foram presas por suspeita de envolvimento no assassinado do presidente.

Fonte: IG Mundo

Veja também

107947

VÍDEO: Vulcão Semeru entra em erupção e deixa 13 mortos na Indonésia

107945

Ministro Rogério Marinho será ouvido no Senado sobre emendas de relator

© Pedro Souza/Atlético/Direitos Reservados

Já campeão, Atlético-MG recebe Bragantino em reencontro com torcida

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Covid-19: país tem 22,1 milhões de casos e 615,5 mil mortes

107939

Subida dos juros deve provocar desaceleração na economia, diz Guedes

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Ministério oferece mais de 21,5 mil vagas para Médicos pelo Brasil

107935

Em relatório preliminar, deputado destina R$ 16,2 bilhões para orçamento secreto

107933

Nova proposta de reforma trabalhista quer proibir motoristas de app na CLT